Oferta já estará disponível na inauguração. Foto: Richard Ducker | ducker.com.br

Tamanho da fonte: -A+A

A Oi anunciou que vai oferecer acesso à internet por tecnologia 3G na Arena do Grêmio, com investimento de R$ 1 milhão. A operadora afirma ser a primeira a fazer a oferta no novo espaço dos gremistas.

O lançamento do Oi Velox 3G acontecerá no próximo sábado, 08, dia da inauguração do estádio. A operadora também disponibilizará os serviços de rede de comunicação de dados, serviço de linhas especiais e DDR – Digitronco.

Durante a fase inicial de testes, torcedores clientes da Oi poderão acessar o serviço 2G e 3G que cobrirá todo interior do estádio, as laterais do campo e a chamada zona mista, segundo nota da empresa.

A Arena do Grêmio será integrada a um complexo multiuso e conta com 60 mil lugares. Com um valor total estimado em R$ 600 milhões, pretende-se que o espaço também receba jogos oficiais da FIFA, espetáculos e shows.

Recentemente, a Arena Castelão também fechou parceria com a Oi para o fornecimento de serviços de TI e Telecom para o estádio de Fortaleza, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014.

No caso do investimento em Porto Alegre, o projeto faz parte da estratégia de reforço regional da companhia. Até o fim do ano, a Oi pretende investir cerca de R$ 290 milhões no Rio Grande do Sul, valor 32% superior ao do ano passado.

Em nota, a Claro afirmou que está "em negociação com empreendedores para a instalação de equipamentos 2G e 3G dentro da Arena do Grêmio, no menor tempo possível". Até o fechamento desta matéria, as operadoras Vivo e TIM não informaram sobre suas pretensões de parceria com o novo estádio.

ACELERANDO
Na semana passada, a construtora OAS lançou a OAS Arenas, empresa que vai atuar como aceleradora de projetos de arenas com apoio da Microsoft Participações, empresa de investimento da multinacional norte-americana.

O novo negócio vai instalar aceleradoras de negócios dentro das próprias arenas, começando por Porto Alegre e Natal. Na capital gaúcha, a aceleradora irá apoiar negócios ligados a grandes eventos esportivos, medicina esportiva, à defesa e à segurança cibernética.

Em um primeiro ciclo, serão escolhidas 15 empresas nascentes a serem aceleradas em um período de 24 meses. A Arena do Brasil, empresa de consultoria em gestão da Amsterdam Arena, é um dos parceiros já confirmados.