Estes métodos podem ajudar aqueles que residem em países que têm leis estritas de acesso à internet. Foto: Pexels.

Nos primeiros dias da internet pública, na década de 1990, ela era semelhante ao Oeste Selvagem em termos de conteúdo e censura. Nada era censurado e você podia acessar quase tudo o que quisesse. Com o tempo, os governos se envolveram com leis de conteúdo da internet e leis de censura e começaram a implementar filtros e formas de controlar o que era acessado. Hoje em dia, há maneiras de contornar esses filtros e leis de censura e vamos ver algumas delas abaixo.

 

Filtros DNS

Alguns provedores de internet filtram o conteúdo, guiando o tráfego através de servidores DNS que redirecionam o tráfego. Quando você tenta acessar um site bloqueado, os pacotes de dados passam pelos servidores DNS do IP e voltam como não acessíveis ou os dados redirecionam para uma landing page, informando que o site pretendido não pode ser acessado.

Você pode alterar as configurações de DNS no seu computador para uma configuração personalizada que pode substituir as configurações de DNS regulares para uso na Internet.  Este método não funciona 100% do tempo, mas tem resultados para aqueles que estão bloqueados no nível de DNS. Para tentar, você pode usar uma ferramenta como o Google Public DNS para descobrir se há alguma filtragem pelo IP no nível de DNS.

 

Proxies

Os Proxies são usados por sites às vezes como "apertos de mão" para confirmar que alguém acesse seu site. Existem sites de proxy online que podem ser usados para acessar páginas bloqueadas e o método é muito fácil de fazer. Basta ir a um desses sites e digitar o endereço da página bloqueada e você pode ignorar os filtros e a censura dessa forma.  Assim como o método DNS, este método também não é 100% bem sucedido.

Proxies também podem ser bloqueados dependendo das configurações do seu IP e há algumas outras desvantagens em usar este método. Um dos maiores contras é que a maioria das páginas web proxy são preenchidos com anúncios que podem desorganizar a sua experiência de visualização.  O lado positivo é que esta é a maneira mais rápida de tentar acessar um site bloqueado sem ter que instalar nada ou alterar nada da sua parte.

 

VPN

Esta é a forma mais popular de contornar filtros e sites censurados hoje em dia. VPN significa Virtual Private Network e funciona redirecionando todo o tráfego da Internet através da VPN.  A VPN é geralmente localizada em um país ou continente diferente do que você está. Então, por exemplo, se você quisesse obter um endereço IP brasileiro ao invés de um americano, você poderia usar uma VPN para fazer isso acontecer.

Este método mascara de onde você está acessando o site e isso pode ser uma grande ajuda em termos de acesso à internet para sites bloqueados em seu país. A desvantagem deste método é que ele não é gratuito, você tem que pagar pelo serviço que pode rodar entre $ 10 e $ 20 por mês, dependendo de qual empresa você usa para o serviço.

 

Túneis SSH

Usar um túnel SSH é similar ao funcionamento da VPN, pois mascara a localização de onde você está acessando a internet. Isto é mais inclinado para os usuários com conhecimentos de web e de informática, pois requer a configuração de um servidor SSH no seu computador, algo que a maioria dos usuários não sabe como fazer.  

Uma vez que o servidor SSH é configurado, então tudo o que é preciso é acessar as configurações no servidor e rotear todo o tráfego da Internet através dele. As velocidades da internet não são tão rápidas quanto seriam sem o servidor, mas o acesso não é filtrado ou censurado de qualquer maneira e você obtém a experiência completa da internet.

 

Tor

Tor é um método mais recente de acesso à internet, pois só ficou disponível nos últimos anos. Tor é um navegador para web anônimo que roteia seu tráfego através de redes criptografadas para um local livre. Isto é uma bênção para aqueles que querem ter acesso livre à internet sem nenhum limite envolvido. Há algumas desvantagens enormes para isso, como as velocidades de acesso, que são muito lentas em comparação com os navegadores web regulares. O acesso total que Tor fornece pode compensar as velocidades de acesso lento, no entanto.

O Tor não deve ser usado para acessar qualquer dado que seja de natureza sensível ou qualquer dado que não seja criptografado, pois não tem medidas de segurança. O Tor é estritamente para navegação anônima na web em um ambiente totalmente não censurado e não filtrado.  

 

Considerações Finais

Estas são apenas algumas formas que os usuários podem usar para acessar sites bloqueados ou sites que se enquadram nas leis de censura.  Estes métodos podem ajudar aqueles que residem em países que têm leis estritas de acesso à internet e leis de acesso.  Isso pode abrir o mundo inteiro para alguém que resida em um país como a China, que tem leis de acesso muito rigorosas.