A BMW vai concentrar o trabalho de condução automatizada em Unterschleissheim. Foto: Divulgação.

A BMW vai concentrar seu trabalho de desenvolvimento de veículos conectados e de condução automatizada em um novo campus situado em Unterschleissheim, perto de Munique, na Alemanha.

O grupo tem o lançamento do BMW iNEXT, primeiro modelo elétrico do BMW Group totalmente autônomo e conectado à internet, programado para 2021.

Assim, o objetivo no novo centro é desenvolver uma ampla gama de modelos automatizados de todas as marcas da empresa. 

Após a conclusão das novas instalações, mais de 2 mil funcionários trabalharão no local para as próximas etapas do projeto de condução automatizada, desde o desenvolvimento do software até os testes em pista. 

"O caminho rumo à condução totalmente automatizada é uma oportunidade para a indústria automobilística da Alemanha. A decisão de desenvolver e realizar testes em pista destes veículos, nos arredores de Munique, mostra como o BMW Group e toda a região podem se beneficiar dessa mudança na indústria automobilística", explica Klaus Fröhlich, membro do Conselho de Administração do BMW Group.

A partir de meados de 2017, as áreas que estão atualmente distribuídas em várias localidades serão reunidas em Unterschleissheim. 

"Para obtermos êxito, estamos estabelecendo novas formas de colaboração no âmbito do Projeto i 2.0, com pequenas equipes de especialistas para pronta resposta e envolvimento colaborativo em toda a empresa, bem como um elevado nível de competência para a tomada de decisão individual", explica Fröhlich.

No novo campus, os desenvolvedores de software serão capazes de testar um código que acabaram de registrar em um veículo real. 

"Estamos combinando as vantagens de uma startup, como flexibilidade e rapidez, com os de uma empresa estabelecida, como segurança do processo e experiência de industrialização", acrescenta o chefe de Desenvolvimento.

O BMW Group emprega atualmente cerca de 600 pessoas no desenvolvimento de uma condução automatizada. A maioria delas são desenvolvedores de software.