Rafael Lima, CEO da Impulso. Foto: Divulgação.

A Impulso, empresa que oferece serviços voltados para os novos modelos de trabalho em tecnologia, firmou uma joint venture com a Taller, focada na aplicação de métodos ágeis para desenvolvimento de projetos, para atuar com a unidade Impulso Agile.

A área integra o ecossistema da Impulso, que conta também com as unidades Team, Network, Agile, Remote, Research, Academy, Mentoring, Meetups e Shop.

Com a joint venture, a ideia é oferecer uma consultoria para implementação de metodologias ágeis nas empresas.

O programa é fundamentado no modelo Kanban (ideia que dissemina a utilização de cartões (especialmente post-its) para indicar o andamento dos fluxos), além de conceitos como Fit for Purpose, Customer Kanban e Flight Levels. 

“A ideia da união é proporcionar às empresas a gestão do conhecimento de diversos times para que a informação não se perca na organização. Dessa forma, é possível melhorar o processo de tomada de decisão estratégica com base em números e estatísticas, além de reduzir custos de coordenação”, afirma Rafael Lima, CEO da Impulso.

Todos os consultores e profissionais da Impulso Agile que suportam a execução do modelo ágil nas empresas, como o agile coaches, scrum masters, analistas de negócios e service delivery managers, passam por um treinamento para o suporte da otimização dos processos de cada cliente. 

A Impulso foi fundada no final de 2017 pela desenvolvedora HE:labs a partir da abertura de uma holding. A empresa nasceu com foco no serviço de montagem de equipes de tecnologia para criação e desenvolvimento de software.

Hoje, a empresa tem uma rede com mais de 6 mil profissionais ativos e dispostos a atuar em diferentes projetos, de acordo com suas especialidades, como desenvolvimento, design, gestão de projetos, qualidade, entre outras.

"O carro-chefe da Impulso é a área Network, focada em montar times para empresas que precisam desenvolver software sob-demanda, mas o portfólio de serviços cresceu para um ecossistema completo", detalha Lima.

A área Academy, por exemplo, surgiu com o intuito de capacitar profissionais da rede, especialmente em "soft skills", que envolvem características ligadas a forma de trabalhar e interagir com a equipe.

Com a unidade Mentoring, a empresa oferece sessões rápidas para dúvidas específicas. As companhias que contratam a unidade tem acesso à rede de profissionais para fazer perguntas para especialistas de cada área.

Já o setor Remote trabalha na implementação de melhores práticas para equipes remotas.

Na área Research, a empresa oferece dados sobre profissionais do mercado com base nas informações registradas na rede.

A unidade Team é responsável pela montagem de times de desenvolvimento de software.

Com seus times, a Impulso soma mais de 700 projetos entregues em mais de 200 clientes, entre eles nomes como GE, ESPN, Somos Educação, Raízen, Kroton e Creditas.