O @startupdareal está com uma pesquisa aberta sobre o pagamento de funcionários de startups. Foto: Pexels.

O @startupdareal, perfil no Twitter que busca desmistificar o universo do empreendedorismo, está com uma pesquisa aberta para coletar informações sobre os salários de funcionários de startups.

O formulário está ativo desde terça-feira, 5, e já conta com mais de 140 respostas no momento da publicação desta matéria. Já está disponível também um link para visualizar as respostas.

Essa é a segunda pesquisa realizada pelo @startupdareal. Em maio de 2018, o foco do questionário foi avaliar "como é trabalhar em uma startup".

No primeiro questionário, uma das perguntas revelava o nome das startups. Na nova pesquisa, essa informação não é pedida. 

O projeto lista apenas a cidade e área de atuação das empresas, além dos dados de carreira do funcionário (como cargo, tempo de experiência e regime de contratação).

Com essa descrição, algumas startups podem ser identificadas, mas não é tão simples. Uma empresa de "software de rastreamento de veículo" em Niterói pode ser associada à Systemsat, por exemplo, mas é mais difícil identificar uma startup do ramo de educação em São Paulo.

As respostas preenchidas até o momento contam com uma grande variedade de cargos e anos de experiência.

É possível encontrar, por exemplo, um analista e desenvolvedor de sistemas junior, com atuação de 40 horas semanais, que recebe R$ 1,5 mil por mês. A lista também conta com um líder de equipe de design UX com salário de R$ 12 mil e um programador Android com 10 anos de experiência e pagamento de R$12,6 mil mensais, entre vários outros.

A planilha ainda pode receber novas contribuições de profissionais com atuação em startups interessados em preencher o questionário.