Edneia Moura Chebabi. Foto: divulgação.

A paulista Bysoft, especializada em sistemas para comércio exterior, realizou no mês passado a fusão de operações com a conterrânea New Soft Intelligence (NSI), companhia que também atua no segmento.

Ao unirem forças as duas companhias pretendem complementar seu porfólio de ofertas, mirando principalmente o crescimento junto a empresa de maior porte. O plano das duas companhias é conquistar 200 novos clientes grandes até o final do ano.

"Apesar da fusão, ambas as companhias manterão suas identidades e seus portfólilos. A sinergia será concentrada principalmente na parte dos produtos e ofertas", afirma Edneia Moura Chebabi, CEO da Bysoft e responsável pela operação conjunta das duas empresas.

Reunidas, as duas empresas contam com cerca de 1,4 mil clientes ativos. As empresas não divulgam números de faturamento, mas a expectativa é que a receita combinada das duas companhias em 2015 tenha um crescimento de 30% em relação a 2014.

Ao falar do novo portfólio, Chebabi destaca que a aproximação se deu devido às expertises específicas que cada companhia possui. De acordo com a executiva, os produtos da NSI - principalmente o carro-chefe Ecomex Suite - são mais focados nas indústrias.

Por outro lado, as soluções desenvolvidas pela Bysoft contemplam a parte de serviços, atendendo a agentes de carga, despachantes e traders.

"Combinando estas ofertas, estaremos mais fortes na nossa proposta de atender grandes clientes, que necessitam de soluções que atendam regulações tanto dentro quanto fora do país", afirma a CEO da Bysoft.

Com a união de forças, a companhia também espera resistir diante de grandes empresas de software internacionais, que recentemente adquiriram software houses brasileiras dedicadas ao segmento.

"Somos a primeira empresa nacional a oferecer soluções de ponta a ponta na cadeia logística para comércio exterior. Queremos fazer a diferença no mercado com esta proposta", avalia Chebabi.

Uma concorrente é a Thomson Reuters, que comprou a Softway, de Campinas, e expandiu sua atuação para toda a América Latina, contando atualmente com 41% das 400 maiores empresas importadoras do país, segundo divulgado pela empresa. No Sul, são clientes nomes como AGCO, Mundial e John Deere.

A NSI conta com cerca de cem clientes, com marcas como Fiat, General Electric, Toshiba, Vale, Mitsubishi, Siemens, entre outras. Já a Bysoft trabalha com nomes como FedEx, Peugeot e DB Schenker.