Canais pagos do YouTube estão chegando. Foto: divulgação.

O YouTube, até então um site cujo mote era a visualização e compartilhamento de conteúdos gratuitamente, deve lançar em breve um sistema de assinatura pagas para seus canais.

O novo serviço, segundo reporta o jornal Financial Times, pode ser lançado mais cedo do que se imagina, podendo entrar no ar ainda esta semana.

O sistema de assinatura de programação a la carte, que poderá conter inicialmente cerca de cinquenta canais, permitirá a assinatura individual por US$ 1,99 mensais por canal.

Segundo analisa o site CNET, a decisão do Google em abrir este novo sistema para seu site de streaming de vídeos abre a possibilidade para os produtores de conteúdo produzirem atrações com maiores orçamentos.

"Uma plataforma de conteúdo pago poderia dar ao site uma nova fonte de renda, ao mesmo tempo que permitiria aos donos de canais os fundos para criar novos programas e filmes", afirmaram fontes ligadas ao Google.

Embora não tenha se posicionado oficialmente sobre o assunto, o YouTube reiterou comentários anteriores de que o site estaria buscando uma plataforma de assinaturas que traria maiores e melhores conteúdos para os usuários, gerando um novo veículo de renda para os criadores de programação. Atualmente, esta renda vem somente de publicidade.

Além de fortalecer os canais de independentes com o novo modelo, com esta proposta de cobrança de vídeos, o Youtube pretende atrair canais de TV a cabo para o site, entrando como uma força no mercado de IPTV (TV pela internet), competindo com rivais como o Netflix, por exemplo.