Hotel Laghetto Viale, em Gramado. Foto: Divulgação.

A Rede Laghetto Hotéis projeta chegar até 2018 com 25 novos hotéis. 

Atualmente com sete operações - cinco hotéis em Gramado, um em Bento Gonçalves e outro em Porto Alegre - a Rede Laghetto espera contar com mais um hotel em Porto Alegre até o fim de 2014.

As negociações, que já estão avançadas, ainda são mantidas em sigilo. A Rede Laghetto deve assumir a administração de um hotel já existente na cidade. 

Já em 2015, a meta é assumir a administração de três novas operações. Uma delas será da bandeira Viverone, em Rio Grande, região Sul do estado, onde o hotel já está em construção. 

A rede deve chegar também a Santa Maria e Caxias do Sul até 2016.

Segundo o gerente comercial da Rede Laghetto Hotéis, Carlos Blodorn, estão sendo estudas também novas operações em cidades como Florianópolis, Brasília, Goiânia, Pelotas, Caldas Novas, Foz do Iguaçu, Curitiba, São Paulo, Passo Fundo, Balneário Camboriú, Itajaí, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de Montevidéu, no Uruguai,

Ainda de acordo com Blodorn, a estratégia é apostar na bandeira Stilo, que consiste em hotéis boutique com design moderno e serviços personalizados, na grande maioria das novas operações.

Com a expansão no número de hotéis a Rede Laghetto calcula que chegará a 2018 com mil colaboradores. 

Para isso, foi anunciada durante em abril a nova gestora de RH do grupo, Maria Amélia Amaral Carlan. 

Com passagens por empresas como Unicred Porto Alegre, Tintas Renner e Laboratório Knijnik, ela terá a missão de coordenar a ampliação do quadro de funcionários.

Também foi anunciada a contratação de Cristiane Mörs para atuar na área comercial, e a promoção de Flaviana Muniz Chioquetta. Ela atuava como gestora de hospedagem do Hotel Laghetto Viverone Moinhos, em Porto Alegre, e passará a responder pela gerencia do Hotel Laghetto Stilo Centro, em Gramado, que entrará em operação em outubro desse ano.