Acordo foca em tecnologias da SAP. Foto: Gil C / Shutterstock.com

A Fundação Getúlio Vargas terá cursos sobre tecnologias da SAP, por meio de um acordo envolvendo a multinacional alemã, as consultorias Accenture, Infosys e Wipro e a Vale.

Por meio do acordo, a SAP e as empresas parcerias são responsáveis por ministrarem as disciplinas dos cursos, organizarem o ambiente tecnológico e os cases de negócios. A FGV entra com a estrutura pedagógica e infraestrutura.

Podem participar alunos de pós-graduação da FGV e profissionais das empresas parceiras no consórcio.

O primeiro curso será “Gestão Integrada de Negócios” e terá início no próximo dia 7 na FGV no Rio de Janeiro, com carga horária de 35 horas.

A nota divulgada pela SAP não chega a mencionar esse fato, mas a Vale é usuária dos sistemas de gestão da companhia. 

Em 2011, a mineradora brasileira decidiu substituir seu sistema de gestão da Oracle por um da SAP, dando início a um dos maiores projetos de ERP já feitos no Brasil. 

É bastante provável que a administração do sistema gere necessidades de formação de mão de obra na Vale até hoje, motivo que justificaria o participação da empresa na iniciativa.

 “Os instrutores e participantes da Vale poderão se aproximar da academia e também de parceiros importantes na área tecnológica”, aponta Desiê Ribeiro, gerente-executiva de Educação e Gestão de Talentos da Vale.

A executiva frisa também que a parceria reforça os processos do RH da Vale, uma vez que os participantes da empresa foram indicados com base em seu desempenho na análise de carreira e sucessão.

O primeiro curso promovido pelo consórcio abordará temas como análise de problemas, captura e análise de informações e tomada de decisão, sempre com uma visão integrada dos processos de negócio. 

Serão utilizados no curso estudos de caso, simulações e jogos empresariais como o Sim Game SAP, um simulador em que os participantes aprimoram suas habilidades e conhecimentos aplicados a atividades empresariais de forma muito estimulante.

“A regra é simples: sai vencedora a equipe que obtiver maior lucro. Com o Sim Game, eles se preparam para tomadas de decisões rápidas em um mercado que vai exigir deles conhecimento de alta tecnologia para acompanhar as mudanças cada vez mais velozes”, explica Kizze Silva, especialista da SAP que vai ministrar as aulas.