O TAM Fidelidade lidera o ranking de melhores programas de milhagens. Foto: Divulgação.

O TAM Fidelidade, programa de milhagem da TAM, oferece mais benefícios para o consumidor que converte em milhas os pontos acumulados no cartão de crédito, segundo levantamento do site especializado em promoções de bilhetes Melhores Destinos.

O segundo lugar do ranking de programas mais vantajosos fica com o Smiles, da GOL, seguido pelo TudoAzul, da Azul; e Amigo, da Avianca. 

A pesquisa comparou as principais regras e diferenciais oferecidos pelos quatro principais programas de milhagem de companhias aéreas brasileiras, de acordo com a Exame.

O portal Melhores Destinos analisou o número de opções de destinos internacionais, companhias aéreas nas quais é possível resgatar passagens internacionais, quantidade de milhas necessárias para emissão de um bilhete internacional, e número de convênios com bancos e administradoras de cartões de crédito

O TAM Fidelidade é o programa com a maior malha aérea internacional, com opções de voos para 22 cidades nos Estados Unidos, Europa e América do Sul. Uma desvantagem do programa é oferecer poucas vagas em voos operados por companhias aéreas parceiras, nas quais a tabela de milhas é fixa.

Já o Smiles tem como ponto negativo a pouca disponibilidade de assentos em algumas rotas próprias, apesar de voar para 15 destinos. Por outro lado, tanto voos próprios e de parceiros podem ser consultados pelo site do programa de milhagem. 

O programa TudoAzul tem apenas dois destinos internacionais próprios, ambos nos Estados Unidos. Em compensação, tem uma parceria com o site de passagens Viajanet, que é válida para voos internacionais. Cada 10 mil milhas no TudoAzul valem cerca de R$ 217 em bilhetes disponíveis no site da agência de viagens. 

No entanto, há restrições de trechos e empresas aéreas na parceria do TudoAzul com o Viajanet. Não é possível emitir passagens nos voos das concorrentes TAM e GOL, por exemplo. 

O Amigo, da Avianca, tem voos mais limitados do que o TudoAzul. O programa de milhagem da companhia aérea tem apenas um único destino internacional próprio: Bogotá, na Colômbia. 

Além disso, voos oferecidos por sua única parceira, a Avianca Internacional, partem apenas de São Paulo e do Rio de Janeiro e devem, obrigatoriamente, realizar conexão em Bogotá.

Um ponto positivo do programa Amigo é o resgate de passagens internacionais em parceiros, que segue uma tarifa fixa em milhas sem muitas variações, segundo a pesquisa do Melhores Destinos. 

Mesmo com a organização dos programas de milhagens, muitas pessoas deixam de usar os benefícios. O Banco Central divulgou que  53,4 bilhões de pontos foram perdidos em 2014 por falta de uso. De acordo com o levantamento, o número equivale a 24% de toda a pontuação conquistada no ano passado, e o dobro do percentual verificado em 2010, primeiro ano em que o índice foi apurado pelo BC.

De acordo com o relatório, os brasileiros acumularam 992 bilhões de milhas em seus cartões de crédito entre 2010 e 2014. Quase dois terços disso foram convertidos em prêmios, como passagens aéreas e bens de consumo. Na média, 17% expiraram, por falta de utilização no prazo determinado ou pelo cancelamento do cartão.