Pequenas estão galgando seus lugares ao sol. Foto: Flickr.com/dextergard

A região Sul aparece com 53 empresas no ranking 250 Pequenas e Médias Empresas (PME’s) que mais cresceram no Brasil entre 2010 e 2012, divulgado esta semana pela Revista Exame.

Do grupo regional, a melhor colocada é a Marca Laser, fabricante de produtos promocionais com sede em Pinhais, no Paraná.

A TI representa a região com 17 companhias: Arvus (Florianópolis, 8º lugar), Teevo (Caxias do Sul, 12º), Cianet (Palhoça, 27º), Akiyama (Curitiba, 77º), Delta Easy Solutions (Porto Alegre, 99º), CentralServer (Curitiba, 105º), Altus (São Leopoldo, 109º), Nord Electric (Chapecó, 111º), Tecnoblu (Blumenau, 139º), Reivax (Florianópolis, 170º), Senior Sistemas (Blumenau, 189º), Teclan (Florianópolis, 191º), Qualitor (Porto Alegre, 196º), Selbetti (Joinville, 198º), Datainfo (Blumenau, 222º), Digistar (São Leopoldo, 235º) e Premier (Curitiba, 249º).    

A lista do Sul se completa com  EQS Engenharia (São José, 10º), Ambientec (Joinville, 20º), Apetit (Londrina, 33º), Rogga (Joinville, 33º),Sirtec (São Borja, 48º), Rodriaço (Curitiba, 60º),A. Yoshii (Londrina, 63º), Grupo RPH (Porto Alegre, 79º), Ogochi (São Carlos, 93º),Pioneira da Costa (Florianopólis, 120º), Dexter Latina (São José dos Pinhais, 123º), AMA (Porto Alegre, 126º), Braile (Porto Alegre, 128º), Diamaju (Anta Gorda, 134º), Nutriz (Lagoa Vermelha, 140º), Keko (Flores da Cunha, 141º), Mig-Plus (Casca, 150º), Brafer (Araucária, 158º), Serilon (Londrina, 160º), Ekotex (Pomerode, 161º), Copa&Cia (Blumenau, 162º), TMSA (Porto Alegre, 164º), Correias Multibelt (Londrina, 169º), Tanac (Montenegro, 180º), Marelli (Caxias do Sul, 188º), Tintas Farben (Içara, 190º), Fruki (Lajeado, 192º), Barbiero Agronegócios (Nonoai, 210º), Urano (Canoas, 211º), Stival (Campo Largo, 223º), Higra (São Leopoldo, 227º), Grupo Kyly (Pomerode, 228º), Frama (Caxias do Sul, 230º), Motormac (Porto Alegre, 239º) e Zandei Plástico (Guaporé, 243º).

As 250 empresas reunidas na lista somaram receitas líquidas de R$ 14 bilhões em 2012, crescimento conjunto de 16% em relação ao ano anterior.

A pesquisa que definiu o ranking foi realizada pela Deloitte, e mostrou que a maioria dos pequenos e médios empresários estudados tem curso superior e não retira mais de 10% do lucro líquido para consumo próprio.

O levantamento partiu de uma amostra de 776 empresas cujos negócios constaram nas oito edições do ranking das PMEs que Mais Crescem no Brasil feitas até hoje.

A lista completa de companhias rankeadas este ano pode ser conferida aqui.