NOVA OFERTA

Embratel quer crescer no IaaS

06/10/2015 19:42

Elisabete Couto.

Tamanho da fonte: -A+A

A Embratel, empresa de conectividade ligada ao grupo América Móvil, quer aumentar a sua presença no mercado corporativo com o Cloud Server, oferta de infraestrutura pública como serviço (IaaS).

O novo produto compreende a oferta de (IaaS) no formato "pague o quanto usar", uma mudança em relação aos serviços de data center oferecidos anteriormente pela companhia, que eram baseados em nuvem privada para clientes empresariais.

Segundo a própria companhia, o objetivo com o Cloud Server é atingir até 35 mil clientes de sua base corporativa no segmento de telecom, que chega a um total de 80 mil empresas cadastradas.

De acordo com Elisabete Couto, diretora de negócios cloud da Embratel Claro Empresas, a solução tem o diferencial da qualidade de conexão, por estar ligada à rede própria da Embratel.

"Queremos estabelecer nossa força nesta oferta integrada junto aos clientes, conquistando principalmente a base de telecom que já possuímos, que representa uma grande fatia do mercado corporativo no país", afirmou Couto, sem dar detalhes do market share de conectividade.

Segundo dados da própria Embratel divulgados no ano passado por Ney Acyr Rodrigues, diretor executivo de Negócios de Data Center da Embratel, a empresa possui 4% de share do mercado brasileiro de data center.

Com a oferta a companhia pretende competir com marcas internacionais de IaaS pública como AWS, IBM e Microsoft Azure, apostando em sua presença local e preços em reais. 

No país, a empresa tem data center em São Paulo, com replicação na Argentina, Colômbia e México.

Conforme aponta Couto, o Cloud Server usa equipamentos avançados, como servidores e equipamentos de rede Cisco e a última geração de processadores Intel Xeon.

Para a executiva, entretanto, o maior gancho para a nova oferta em cloud é fazer que a Embratel se estabeleça como um player integrado de telecom e TI corporativa, um esforço que será amplificado nos próximos meses.

A empresa iniciou a venda do novo serviço com uma ação promocional para 6 mil de seus principais clientes empresariais, na qual ofereceu um crédito de R$ 500 para que eles experimentassem a novidade.

"Foi a forma ideal que encontramos para mostrar na prática como somos capazes de entregar uma solução de TI robusta e que não deve nada a soluções concorrentes", disparou Couto.

O Cloud Server vem no encalço de diversas outras iniciativas da Embratel em aumentar seu portfólio e presença corporativa, assim como investimentos em infraestrutura para para suportar este crescimento.

No segundo trimestre deste ano a companhia apresentou o Hosted Exchange, plataforma de e-mail e serviços corporativo desenvolvido pela companhia de telecom em parceria com a Microsoft.

O serviço integra a plataforma de e-mails da Microsoft com a infraestrutura de TI e de conectividade da empresa de telecomunicações, criando uma suíte de e-mail, telepresença e compartilhamento de arquivos.

Outro investimento anunciado pela operadora foi a construção de um novo data center no Rio de Janeiro, na zona portuária da cidade - o chamado "Porto Maravilha", que tinha previsão de entrega para 2015, mas ainda não foi concluído. 

A estrutura aumentará a capacidade de atendimento ao segmento corporativo, em adição ao data center de São Paulo, inaugurado em 2013 após um aporte de R$ 100 milhões.

Veja também

HOSTED EXCHANGE
Embratel: e-mail corporativo para PMEs

O serviço integra a plataforma de e-mails da Microsoft com a infraestrutura de TI e de conectividade da Embratel.

REESTRUTURAÇÃO
América Móvil: novo presidente no Brasil

José Guaraldi Félix, ex-CEO da NET, é o novo presidente do grupo América Móvil no Brasil.

ESTRUTURA
Rio 2016: Embratel, Cisco, EMC e Atos

A estrutura de comunicação dos jogos será fornecida pelas quatro empresas, com dois data centers.

E-MAIL
Mandic lança oferta de Office 365

A empresa conquistou 25 clientes com o novo pacote em cerca de um mês.