Jorge Py Velloso Filho, CEO da Reweb. Foto: Divulgação.

A Reweb, especializada em estratégias de venda pela internet, quer dobrar o faturamento em 2014, pulando dos R$ 10 milhões esperados para 2013 para cerca de R$ 20 milhões.

Caso a empresa obtenha a meta, terá sido o segundo ano consecutivo dobrando o resultado, uma vez que em 2012, a empresa faturou R$ 5 milhões.

A decolagem da Reweb começou em 2009, quando a empresa, até então uma agência digital especializada em sites com 12 anos de atuação, mudou o foco dos negócios e passou a oferecer serviços e produtos organizados em plataformas visando otimizar os resultados dos clientes.

“Um site nada vale se não gerar um resultado efetivo e comprovado a nosso cliente. O que fazemos é criar estratégias para fazer com que a empresa seja líder e referência no mercado por meio da web”, afirma Jorge Py Velloso Filho, fundador e CEO da empresa.

Hoje são cerca de 500 clientes, entre eles: Walmart, Itaú, Excelsior, Dado Bier e Brastemp.

Um dos serviços, o principal atualmente, é a mensuração de resultados na mídia tradicional.

O cliente publica no anúncio um número de telefone da Reweb destinado apenas àquele veículo. Dessa forma, é possível ver qual propaganda despertou mais interesse do público-alvo. O valor cobrado é de R$ 500 por mídia.

Além disso, a plataforma capta o horário e o telefone do possível cliente caso a empresa esteja com uma demanda de atendimento muito alta no momento.

Afinal, segundo o CEO da agência, um anúncio na Zero Hora gera 80 ligações entre 7h e 10h da manhã, então o cliente pode ver quem não pode ser atendido para retornar o contato.

A empresa pode acessar um relatório instantâneo com dados de procura dos anúncios.

Hoje, a Reweb tem 17 unidades de atendimento em Recife, Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Aracaju, Maceió, Curitiba, Natal, João Pessoa, Brasília, Florianópolis, Vitória, Belo Horizonte, Salvador, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá.

São 85 colaboradores e, em 2014, o CEO espera aumentar esse número para 140.