Sheila Oliveira Pires. Foto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Sheila Oliveira Pires, superintendente executiva da Anprotec, está deixando em dezembro a entidade nacional de parques tecnológicos e incubadoras.

Na Anprotec há 19 anos, Pires comunicou a sua saída em um email. A profissional se propôs fazer um ano sabático em 2020 e avaliar novas possibilidades dentro do campo de empreendedorismo e inovação.

“Esta foi/está sendo uma das decisões mais difíceis que tive que tomar ao longo da minha vida profissional. Mas ela é fruto de muita reflexão e da compreensão de que a vida é feita de ciclos, de etapas que vencemos, de sonhos realizados e de novos desafios”, afirma Pires no e-mail.

Fundada no final dos anos 80, a Anprotec é uma das entidades mais tradicionais e relevantes do setor de tecnologia no país, reunindo hoje 400 entidades, como parques tecnológicos, incubadoras, mais recentemente, também aceleradoras de empresas. 

A entidade é atualmente presidida por José Alberto Sampaio Aranha, fundador e ex-diretor do Instituto Genesis da PUC-Rio.