Grasiela Tesser. Foto: divulgação.

A Cake ERP, startup fabricante de software de gestão para micro e pequenas empresas ligada à gaúcha NL Informática, quer entrar no mercado de pontos de venda (PDV) com o seu software.

Para isso, a empresa anunciou um novo sistema de gestão de PDV, além de uma integração da solução com a nova plataforma de e-commerce da japonesa Rakuten, o Genesis. O produto é resultado de uma parceria anunciada com a multinacional japonesa na metade do ano passado.

O objetivo da companhia com a solução em nuvem é conquistar micro e pequenos varejistas, food trucks, profissionais que atuam no regime MEI (Micro Empreendedor Individual), o sistema, que tem foco principalmente no aumento da produtividade.

"Por planos a partir de R$ 19,90 o empreendedor pode contar com um software para gestão desde o backoffice até a frente de caixa, com emissão de cupom fiscal NFC-e e SAT já implantados", afirmou a empresa em nota. Com a integração ao e-commerce Genesys, da Rakuten, o valor sobe para pacotes a partir de R$ 99,90 mensais.

O produto PDV é vendido integrado ao Cake ERP. É possível adquirir somente o Cake sem o PDV, mas não o PDV sozinho. Segundo destaca Grasiela Tesser, CEO da Cake, a integração com outros ERPs está em estudo.

"Alguns casos sob demanda já em avaliação, principalmente para atender ao mercado de franquias", afirmou a executiva.

A parceria expande o alcance do Cake ERP ao segmento de e-commerce, que no Brasil somou mais de 45 mil empresas em 2014, e também abre um mercado potencial para a Rakuten, cuja plataforma é utilizada por cerca de 1 mil lojas virtuais no país, um número ainda baixo em relação a outros players de marketplace como Cnova e B2W.

Conforme a Confederação Nacional de Comércio (CNC), o número de micro e pequenas empresas brasileiras, público alvo do Cake ERP, passa dos 9 milhões, sendo responsáveis por 27% do PIB nacional, com salto de R$ 144 bilhões para R$ 599 bilhões nos valores de produção nos últimos dez anos, segundo dados do Sebrae.

O Genesis é uma tentativa da Rakuten em aumentar sua penetração no ecossistema de e-commerce nacional, funcionando como um player de marketplace, mas também provendo serviços para lojas online de menor porte, como logística, catálogo de produtos, entre outros.

A sinergia com a Rakuten é mais um movimento da NL em se cercar com marcas conceituadas no mercado de varejo para reforçar o seu portfólio.

Em maio, a companhia se tornou revenda da multinacional dinamarquesa de Business Intelligence Targit, oferecendo as soluções para a sua base de clientes. Por sua vez, a Targit e sua base de revendedores no Brasil irão indicar as soluções da NL a seus clientes.

Conforme explica Tesser, o acordo com a Targit tem foco em companhias de maior porte, atendidas pelo software de gestão NL. Nesta faixa, a empresa gaúcha tem clientes como Lojas Marisa, Grazziotin, Esplanada e Sodexo.

"Nosso acordo com a Rakuten já é mais focado em MPEs e e-commerce. Para os clientes maiores, também temos soluções de comércio eletrônicos, mas com projetos e implementações diferenciadas", afirmou Tesser durante o anúncio da parceria com os japoneses.

Com sede em Caxias do Sul e escritório em São Paulo, a NL atende a clientes de todo o país, com uma carteira contendo mais de 25 mil usuários em mais de 9 mil PDVs ativos, com cerca de 180 mil NFs geradas mensalmente. A empresa não divulga números de faturamento.