REFEIÇÕES

Startup da Pão de Açúcar usa B1

07/03/2022 06:06

Cheftime agora tem um ERP da mesma marca que a nave mãe.

Cheftime é uma foodtech. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Cheftime, uma startup do Pão de Açúcar que oferece refeições prontas e serviço online de assinatura de kits gastronômicos, acaba de implementar o sistema de gestão Business One da SAP, em um projeto da Alfa.

Com o projeto, a Cheftime visa consolidar a gestão do negócio, que foi adquirido pelo Pão de Açúcar em 2019, vem crescendo rápido e hoje já tem 165 funcionários.

O projeto inclui todos os módulos simultaneamente, como compras, recebimento, controle de estoque, produção e venda. 

“A Cheftime cresceu muito e rápido. Os métodos manuais de controle, com planilhas, já não bastavam para ter um controle preciso de estoque, custos de produção e atendimento dos nossos pedidos”, destaca Nathalia Saraiva, CEO da Cheftime.

Vale destacar que o Grupo Pão de Açúcar é ele mesmo um grande cliente da SAP, cujas soluções começaram a ser implementadas na gigante do varejo em 2008.

“Hoje, já atuamos como uma empresa inteiramente integrada dentro do Grupo Pão de Açúcar, inclusive com seus sistemas contábeis e logísticos”, resume Saraiva.

As possibilidades de integração entre startups e as suas "naves mãe" são um ponto forte do B1, software para pequenas e médias empresas da SAP.

No ano passado, a Gerdau Next, área de novos negócios da siderúrgica brasileira, adotou o B1, com planos de implementar o ERP nas investidas.

A meta é ter uma integração com a operação central da Gerdau, que é uma grande cliente da SAP.

O B1 tem 7,5 mil clientes no Brasil, o que é uma cifra respeitável em um universo de 70 mil clientes em todo o mundo.

Consultorias especializadas no produto tem emplacado projetos com frequência entre startups de tecnologia, sinalizando que atração pela grife SAP está fazendo efeito também nesse meio.

Algumas empresas de tecnologia que implementaram B1 nos últimos anos incluem a Rentcars.com, plataforma online de aluguel de carros; o Movile, grupo dono de marcas como iFood, Zoop e Sympla; a Alright, uma startup de compra de mídia programática e a Moss, plataforma mundial de compra de créditos de carbono.

Todas tem em comum crescimento rápido e planos ambiciosos, culminando no famoso objetivo de ser um unicórnio, como são conhecidas as empresas com avaliação de mercado superior a US$ 1 bilhão.

Veja também

CARREIRA
Softtek tem nova líder para o varejo

Luisa Marchiori assumiu a posição ocupada até então por Rafael Vargas.

SANEAMENTO
Sanepar terá ERP da Oracle

SAP ganhou mega licitação de ERP primeiro, mas a Oracle riu por último. Projeto é da Wipro.

ERP
Opus adota B1 da SAP

Empresa é especializada em construções modulares 3D. Projeto é da Okser.

CAMPO
Grupo Webler adota S/4 Hana

Projeto na empresa de agro do Mato Grosso foi entregue pela SPRO IT.

NUVEM
DevZap migra para Google Cloud

Projeto foi da Nublify e reduziu custos operacionais em mais de 70%.

SITES
Mendes assume Wix no Brasil

Executivo passou por Loja Integrada, Google, Shopify e GoDaddy.