Ademir Piccoli. Foto: divulgação.

Ademir Piccoli deixou o cargo de gestor do programa de virtualização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pela assessoria de imprensa do TJ-RS. Ainda não há um substituto definido.

O advogado caxiense fez carreira na Procergs, onde entrou durante o governo Germano Rigotto (PMDB).

No governo Yeda Crusius (PSDB), Piccoli assumiu a vice presidência da estatal gaúcha de processamento de dados, sendo promovido à presidência em 2008.

Depois de sair da Procergs, Piccoli assumiu a gestão do programa responsável por  implementar o processo judicial eletrônico em todo poder judiciário do Rio Grande do Sul, fazendo a coordenação das equipes, alinhamento com as instituições envolvidas e o mapeamento das expectativas dos usuários.