O Grupo ABC fechou a aquisição da digital Salve. Foto: Túlio Vidal.

O Grupo ABC, maior grupo brasileiro de serviços de comunicação, fechou a aquisição da digital Salve, que tem sete anos de mercado.

A Salve emprega 65 profissionais em São Paulo e atende clientes como Natura, Kimberly Clark, Pfizer, Caloi, MSD, Sandisk, Blowtex e Walmart.com. 

Liderada por Carlos Pitchu, Luís Renato Lui, James Scavone e Ricardo Schreiner, a Salve faz criação e gestão dos ativos digitais de seus clientes. 

A entrada da Salve no ABC se dá nos moldes de outras associações do grupo, na qual a administração da agência segue nas mãos competentes de seus atuais gestores, enquanto o ABC agrega o seu conhecimento de mercado, sua força de gestão e sua capacidade de investimentos, além das possibilidades de cooperação entre agências.

“Não estamos só vendo crise porque estamos olhando para o futuro. Por isso, a entrada da Salve é um marco. Ela é a primeira agência native digital brasileira do ABC”, afirma Nizan Guanaes, sócio fundador do ABC.

Para Guga Valente, CEO do ABC, a entrada da Salve marca um novo passo na expansão nos últimos anos. 

“Todas as agências do ABC já atuam muito bem na área digital, mas ter uma agência nascida nesse ambiente, com líderes jovens e de visão, refrescam o grupo e apontam para o futuro”, declara.

Os executivos da Salve contam que receberam propostas de outros grupos de comunicação.

“A proposta do ABC de valorizar o talento, a criação, a gestão e o empreendedorismo casou muito bem com a nossa visão. Trabalhar diretamente com dois ícones da propaganda como Nizan e Guga será um grande aprendizado”, disse Carlos Pitchu, CEO da Salve.

A associação com a Salve é a terceira desde a entrada da Kinea Investimentos no Grupo ABC. A empresa, controlada pelo Grupo Itaú, se uniu ao ABC em 2013 com o objetivo de prover recursos para a aceleração da expansão via novas aquisições e desenvolvimento das empresas. 

Em setembro de 2013 foi anunciada a associação com a CDN, uma das maiores agências de relações públicas e assessoria de imprensa do país. No ano passado, foi a vez da Escala, uma das maiores agências do Sul do Brasil.

Fundado em 2002, o ABC cresceu em média mais de 20% ao ano e suas 16 agências são destaque em todas as premiações da publicidade no Brasil e no mundo.