A Oi busca parceiros interessados em desenvolver produtos e soluções de IoT. Foto: Divulgação.

A Oi abriu as inscrições para um programa que busca parceiros interessados em desenvolver produtos e soluções do segmento de internet das coisas (IoT) usando o espaço criado pela empresa juntamente com a Nokia.

Para submeter um projeto, os desenvolvedores deverão apresentar informações como resumo, estágio de desenvolvimento, mercado ou segmento alvo e necessidades que serão solucionadas.

O formulário também faz perguntas sobre sobre o mercado de atuação e necessidades para uso do laboratório. 

O Laboratório IoT Oi-Nokia trabalha com Internet das Coisas em Banda Estreita (Narrowband-IoT) e eMTC (evolved Machine Type of Communication), tecnologia também conhecida como LTE-M. 

A iniciativa oferece ainda infraestrutura e suporte de profissionais para o desenvolvimento, a validação e a certificação para viabilizar projetos de IoT, através de inciativas da Oi e da Nokia ou de parcerias, permitindo que as soluções se adaptem a futuras tecnologias já previstas. 

Entre os benefícios para os parceiros estão a possibilidade de realizar testes da solução junto à Oi ou junto à base de clientes da operadora e de atrair investimento para a evolução do produto.

“A Oi aposta na Inovação Aberta como uma grande fonte geradora de oportunidades. O Laboratório IoT vem para ser mais uma ferramenta que nos permitirá nos relacionar com o mercado gerando novos negócios. Buscamos transformar os projetos recebidos em negócios reais e sustentáveis. O foco de atenção será em projetos com elevado grau de inovação e alta escalabilidade”, afirma  o diretor de Estratégia e Novos Negócios da Oi, Nuno Cadima.

Além dessa iniciativa com a o Nokia, a Oi atua em outras parcerias para o desenvolvimento do ecossistema para os serviços de IoT e de comunicação entre máquinas (M2M). A companhia tem em seu portfólio o Oi Gestão de Frotas, solução inicialmente aplicada à frota da Oi e que hoje já faz parte dos produtos para o mercado B2B, e o Oi Smart que, através da parceria com startups, permitiu que a Oi lançasse uma solução integrada de Smart Home.