O GPTW divulgou a lista das melhores empresas para trabalhar na América Latina. Foto: Rawpixel/Shutterstock.

O instituto Great Place To Work divulgou a edição de 2015 das melhores empresas de 50 a 500 funcionários para trabalhar na América Latina. Entre as 50 companhias do ranking, seis são do segmento de tecnologia da informação.

As empresas de TI que aparecem na lista são as brasileiras Acesso Digital, Dextra, Radix, Touch Tecnologia e Compugraf, além da mexicana Diverza.

A Acesso Digital ocupa o 1º lugar do ranking. A empresa tem 120 colaboradores e atua desde 2007 no mercado de digitalização de documentos por meio da ferramenta Safe-doc. A empresa tem entre seus clientes empresas como Itaú, Bradesco Cartões, Lojas Colombo e Magazine Luiza.

Na 8ª colocação aparece a Dextra. Com 111 funcionários, a companhia desenvolve aplicações web, aplicações mobile, plataformas e APIs. A Dextra já atendeu clientes como Globosat, Marisa, Nextel e UOL.

A mexicana Diverza ficou com o 13º lugar do ranking. A companhia, que atua com sistemas fiscais, tem 85 colaboradores e foi fundada em 1997.

Em 14º lugar na lista está a Radix, que tem 321 funcionários. A empresa possui sede no Rio de Janeiro e escritórios em Belo Horizonte, Curitiba e Houston, nos Estados Unidos. A Radix atua nas áreas de projetos de engenharia, TI industrial, desenvolvimento de software e desenvolvimento de tecnologias.

A Touch Tecnologia, listada na 40ª colocação, tem 145 funcionários. Dividida entre os núcleos Touch Health e Touch Arts, a empresa tem mais de 15 anos de mercado.

A 44ª posição do ranking ficou com a Compugraf, com 120 colaboradores. No mercado de desde 1982, a empresa paulis possui mais de 300 clientes. A companhia trabalha com soluções focadas em comunicação empresarial.

Considerando todos os segmentos de atuação, as outras representantes brasileiras são: Zanzini Móveis (2º lugar), SJ Administração de Imóveis (5º), Pormade Portas (6º), ABA (19º), Jost Brasil (20º), Sicoob Metropolitano (35º), Moinho Globo Alimentos (37º), Consórcio Luiza (41º), Unimed Ceará (42º) e Elogroup Desenvolvimento e Consultoria (43º).

O resultado que culmina na formação do ranking é baseado na avaliação do nível de confiança dos colaboradores nas companhias premiadas.

Para isso, os funcionários são abordados a partir de cinco tópicos: credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem e nas práticas de gestão de pessoas das empresa.