Jarbas Cruz. Foto: divulgação.

A ADP, multinacional do segmento de TI para gestão de recursos humanos e folha de pagamento, consolidou sua estrutura de dados, sistemas e metodologias na América Latina, em um processo de dois anos que foi concluído recentemente.

Com um investimento estimado de US$ 40 milhões, o projeto envolveu a consolidação de cinco data centers na região, incluindo a movimentação do centros no Peru e Argentina para uma estrutura da IBM no Chile.

Segundo destaca a Computerworld, a companhia desenhou uma estratégia semelhante quando definiu o mesmo parceiro para centralizar seu processamento no Brasil, em 2011. Somente em terras canarinhas, a empresa tem mais de 3,2 mil clientes e processa mais de 800 mil holerites mensais.

De acordo com Jarbas Cruz, diretor de TI da companhia para a América Latina, a consolidação visou a implementação de processos mais eficazes de gerenciamento, aumento na qualidade dos serviços e controle de custos.

“Fica complicado trabalhar com diversos provedores distintos. Esta iniciativa permitirá acomodar os planos de expansão da organização para o futuro", comentou Cruz.

Além da redução de custos trazida pelo processo, a empresa trabalha com uma métrica de expansão das oportunidades a partir de um ambiente mais robusto e a possibilidade de suportar novas oferta.

O processo de consolidação veio no rastro da compra da chilena Payroll, realizada em 2013 por um valor não aberto e que serviu como propulsor para um plano de expansão na América Latina.

"Compramos uma empresa familiar, com uma carteira grande de clientes, que prestava serviço para nós. A tecnologia foi um fator determinante para todo o processo de migração e adequação de ofertas, tanto que os investimentos em TI cresceram cerca de 20% ao ano", afirmou Cruz.

Com mais de 60 mil funcionários em 125 países, cerca de 637 mil clientes atendidos em todo o mundo e um volume de processamento mensal superior a 35 milhões de holerites, a ADP teve um faturamento de US$ 12 bilhões no ano fiscal de 2014.