Gustavo Rabelo, CEO da EDS. Foto: Divulgação.

A Extreme Digital Solutions (EDS), empresa brasileira integradora de soluções tecnológicas, anuncia a contratação de Gustavo Rabelo como novo CEO. Entre 2012 e 2018, o executivo atuou na Oracle, onde foi vice-presidente de vendas para o setor público.

Antes, Rabelo fez parte da equipe da IBM por 14 anos. Na empresa, passou por funções como executivo de vendas para o setor público e diretor de smart cities.

Com a chegada do novo executivo, Márcio Moreira, sócio fundador da empresa, assume a presidência do Conselho de Administração, recém-criado, com o objetivo de liderar o processo de expansão no mercado internacional. 

Fábio Machado, também sócio fundador da empresa, permanece como chefe das operações da EDS.

No novo cargo, Rabelo tem o objetivo de ampliar as parcerias com fabricantes de tecnologia e parceiros técnicos, além de diversificar o portfólio de clientes no setor público e na iniciativa privada. 

“Minha missão é buscar e crescer em mercados heterodoxos, romper fronteiras e tornar a EDS a maior referência nacional em transformação digital. Chegou a hora de planejar voos mais altos, por meio de crescimento orgânico e inorgânico, uma vez que a EDS possui estrutura para isso”, diz Rabelo.

As mudanças na liderança da empresa marcam o início de uma nova fase, focada em um plano expansão no Brasil, em países da América Latina e nos Estados Unidos. Além de clientes nacionais, a EDS já atende a companhias no estado americano da Flórida.

“Vamos priorizar regiões onde nossos principais parceiros de tecnologia não possuem atuação marcante ou onde é grande a carência de prestadores de serviços de qualidade, que entregam resultados com o nível de exigência esperado pelo cliente. Temos sido convidados por fabricantes para atuar como integradores de solução em outros países porque nossa visão é o foco no cliente, e a missão é o resultado”, avalia Moreira.

Com seis anos de atuação, a EDS conta com um time de 250 colaboradores A empresa possui escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.