INOVAÇÃO

Governo de SP assina acordo com incubadora chinesa

07/08/2019 10:30

A Innoway já atendeu a 2,9 mil startups. 

Acordo de cooperação une o Governo de SP e a Inno Way, incubadora da Prefeitura de Pequim. Foto: Governo de SP.

Tamanho da fonte: -A+A

O governo de São Paulo firmou um acordo de cooperação técnica com a Innoway, incubadora da Prefeitura de Pequim que integra o distrito de inovação de Zhongguancun, considerado o Vale do Silício chinês.

“Teremos intercâmbio de startups, treinamento e capacitação de gestores de incubadoras e eventos entre os dois países na área de inovação. É São Paulo na dianteira do desenvolvimento tecnológico para competir no mercado global”, comenta João Doria, governador de SP.

A Innoway atua no fomento ao empreendedorismo por meio de uma plataforma global para o intercâmbio de inovação nas áreas de educação, ciência e tecnologia. Pela incubadora chinesa já passaram 2,9 mil startups. 

O objetivo principal da parceria é desenvolver um programa de residência para que empresas jovens brasileiras se hospedem na incubadora chinesa. Além disso, a ideia é que startups chinesas visitem São Paulo para conhecer o trabalho desenvolvido no local.

Durante sua estadia no Brasil, as startups chinesas utilizarão o espaço do IPT Open Experience e de alguns parques selecionados no estado.

Na área de treinamento e capacitação, a troca de experiências também terá via de mão dupla. O Governo de São Paulo vai enviar gestores de incubadoras e parques tecnológicos do Sistema Paulista de Ambientes de Inovação (SPAI), que engloba a Rede Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), a Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec), a Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec), para aprendizado sobre portfólio de serviços oferecidos às startups. 

Também serão realizados eventos e treinamentos conjuntos no Brasil e na China.

Veja também

SERVICE DESK
Sonda assume suporte no TJ de Roraima

Contrato envolve funcionalidades digitais que a Sonda afirma serem inéditas para órgãos públicos.

GOVERNO
O que o Brasil pode aprender com Portugal sobre CivicTechs?

Podemos chamar assim as startups que criam uma "tecnologia cívica".

INOVAÇÃO
Perini tem laboratório para cidades inteligentes

O Perini vai oferecer suas instalações para empresas interessadas em validar ativações voltadas para smart cities.

NUVEM
Pentágono trava contrato. Rasteira na AWS?

Ordem partiu do presidente Donald Trump, que não é lá muito amigo da Amazon.

SEGURANÇA
Preso no Central acessa sistema da polícia

Operação revela que senha de policial militar era usada irregularmente de dentro da prisão.

CARREIRA
Veritas tem novo diretor de vendas para governo

André Ricardo está há dez anos na empresa e antes atuava como gerente para contas públicas.

NOVIDADE
Sucesu-RS tem grupos por verticais de mercado

Entidade agora tem quatro novos grupos focados em saúde, governo, varejo e agronegócio.

CNI
Stefanini preside Fórum de Empresas Transnacionais

A organização é composta por empresas brasileiras com investimentos produtivos no exterior,

SANEAMENTO
Corsan implanta SAP com Meta

Projeto de R$ 20,9 milhões acontece em meio a lançamento da PPP da estatal.