Acordo de cooperação une o Governo de SP e a Inno Way, incubadora da Prefeitura de Pequim. Foto: Governo de SP.

O governo de São Paulo firmou um acordo de cooperação técnica com a Innoway, incubadora da Prefeitura de Pequim que integra o distrito de inovação de Zhongguancun, considerado o Vale do Silício chinês.

“Teremos intercâmbio de startups, treinamento e capacitação de gestores de incubadoras e eventos entre os dois países na área de inovação. É São Paulo na dianteira do desenvolvimento tecnológico para competir no mercado global”, comenta João Doria, governador de SP.

A Innoway atua no fomento ao empreendedorismo por meio de uma plataforma global para o intercâmbio de inovação nas áreas de educação, ciência e tecnologia. Pela incubadora chinesa já passaram 2,9 mil startups. 

O objetivo principal da parceria é desenvolver um programa de residência para que empresas jovens brasileiras se hospedem na incubadora chinesa. Além disso, a ideia é que startups chinesas visitem São Paulo para conhecer o trabalho desenvolvido no local.

Durante sua estadia no Brasil, as startups chinesas utilizarão o espaço do IPT Open Experience e de alguns parques selecionados no estado.

Na área de treinamento e capacitação, a troca de experiências também terá via de mão dupla. O Governo de São Paulo vai enviar gestores de incubadoras e parques tecnológicos do Sistema Paulista de Ambientes de Inovação (SPAI), que engloba a Rede Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), a Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec), a Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec), para aprendizado sobre portfólio de serviços oferecidos às startups. 

Também serão realizados eventos e treinamentos conjuntos no Brasil e na China.