Lojas Americanas adota NFC-e. Foto: divulgação.

A Lojas Americanas é a primeira varejista no estado do Rio de Janeiro a emitir nota fiscal eletrônica para consumidor (NFC-e).

A novidade está em funcionamento nos terminais de caixa de uma unidade da rede varejista, localizada na Lapa, estão operando com o novo sistema. A empresa não deu detalhes da companhia que fez a implantação da novidade, nem os valor investido para a mudança.

De acordo com a Lojas Amercianas, com a NFC-e é possível transmitir os documentos fiscais para o banco de dados da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) praticamente em tempo real. Além disso, o contribuinte poderá receber o documento fiscal também via internet em computadores, tablets e smartphones.  

O Rio de Janeiro aderiu ao uso da NFC-e em abril de 2014, seguindo os passos de estados como Amazonas (pioneiro no país) e Rio Grande do Sul, que iniciou o uso oficial das notas eletrônicas para consumidor em dezembro de 2013.

"A expectativa é de que até o final deste ano toda a federação tenha aderido ao programa. O objetivo é reduzir a burocracia entre consumidores, empresas e fisco e unificar de forma segura o fluxo de dados entre as partes", destacou o governo carioca no anúncio de sua adesão à NFC-e.

No Rio Grande do Sul, redes varejistas como Paquetá e Panvel já utilizam a NFC-e em algumas de suas lojas. O início da NFC-e no estado se deu com um piloto de março a setembro de 2013, em lojas como Panvel, Zaffari, Renner, Riachuelo, Wal-Mart e Paquetá, que experimentaram a novidade em algumas de suas unidades.

Nacionalmente, redes como Carrefour já se preparam para uma expansão nacional do novo modelo. A rede começou em março a sua operação de NFC-e, com a implantação do sistema NFCePACK da Inventti, empresa de TI sediada em Blumenau.

Inicialmente, o projeto atende as lojas da rede varejista no estado do Amazonas, onde a obrigatoriedade de emissão de NFC-e já entrou em vigor.