Foto: reprodução

Tamanho da fonte: -A+A

A agência de publicidade Africa criou um processo seletivo de estágio que está gerando polêmica nas redes sociais. Um banner postado na fanpage pede que os candidatos mostrem seu talento em 30 segundos para um júri que contará com Anderson Silva e comediantes do programa Pânico na TV.

A publicação oficial tem mais de 100 comentários, na maioria reclamações a ideia da empresa. Publicitários de outras agências também replicaram o post com críticas argumentando que a fórmula ridiculariza os candidatos ao estágio.

Alguns comentários falam da “espetacularização” da profissão e que a forma de selecionar torna os interessados em “palhaços”.

Uma usuária do Facebook diz que a Africa “desvaloriza a própria equipe que se esforçou para estar na empresa”. E complementa: “Eu não contrato uma agência para me fazer uma apresentação e sim trazer resultados”.

Um texto do site Brainstorm9, de autoria do publicitário Luiz Yassuda defende que o processo é um circo. “Não acho que você precisa ser contratado só porque foi o moleque gente-boa que fez a Sabrina Sato rir”.

As interpretações também envolvem a reputação da empresa. “Não fizeram isso pra escolher estagiários criativos. Fizeram para promover o nome da agência”, acredita um dos usuários.

Em contraponto, outros debatedores afirmam que é uma “ideia fora da caixa”. Uma das defensoras do African Idol diz que se a pessoa for inteligente irá pensar nisso como “uma forma de inovar e criar”. “Se você for com seu violão e cantar um jingle é totalmente diferente de você levar um violão e cantar o créu”, explica.

A agência, que tem sede em São Paulo, não se manifestou sobre a repercussão.

Confira o banner do processo seletivo: