Antonio Carlos Valente, presidente do Grupo Telefônica no Brasil. Foto: divulgação.

A Telefônica e sua controlada Vivo não precisam fazer testes de 4G no Brasil. Quem garante é o presidente  do grupo no Brasil, Antônio Carlos Valente.

Para o executivo, o grupo já possui a experiência para trazer o novo sistema de telefonia móvel ao país, já que a Telefônica já conduz uma operação de rede LTE - termo para as redes móveis de quarta geração - na Alemanha, o que garante o know how.

A afirmação foi feita durante a entrega do Prêmio Telefônica de Jornalismo Universitário, na sede portoalegrense da empresa nesta quinta-feira, 07.

No momento, a Vivo se prepara para trazer as redes 4G para as seis cidades sede da Copa das Confederações.

"Estaremos com nossa operação 4G pronta para estas cidades até a metade de 2013. Porto Alegre deve receber o sinal 4G até o final do ano que vem", afirma o presidente.

Valente reconhece a necessidade de aumento de infraestrutura para o novo serviço, mas não entrou em detalhes sobre o investimento que deve ser feito para isso.

Conhecimento do mercado local, a empresa tem, ocupando a posição de operadora com maior cobertura no país, com 76,8 milhões no segmento móvel, atendendo 3,7 mil municípios, 2,9 mil deles com seu sinal 3G.

A tele ocupa uma fatia de 29,67% do mercado nacional, a maior participação entre as operadoras.

REFORÇANDO O PORTIFÓLIO
Mesmo assim, nem tudo é alegria para a Telefônica/Vivo. A empresa registrou no terceiro trimestre deste ano um líquido consolidado de R$ 935,8 milhões, representando queda de 29,8% sobre o mesmo período do ano passado.

Para reforçar o seu portifólio de ofertas, a operadora prepara um serviço de televisão por assinatura via internet (IPTV), que deve chegar nos próximos meses a São Paulo, e será expandido para todo o Brasil.

"Estamos investindo na nossa infraestrutura de fibra óptica de ultra banda larga para amparar esta oferta", completa Valente, destacando a velocidade da nova rede, com capacidade de transmissão de 200Mbps.

JÁ TEM GENTE TESTANDO
Em relação aos testes com 4G, operadoras como a Claro e Oi já estão experimentando com o novo sistema.

Recentemente a Oi fez demonstrações de videoconferência com a rede móvel de alta velocidade, com dados navegando a cerca de 100Mbps - 10 vezes mais que a velocidade 3G.

A Claro, por sua vez, está com redes piloto de 4G nas cidades de Campos do Jordão (SP), Búzios e Paraty (RJ), e na região da Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

PRÊMIO
A vencedora da primeira edição do Prêmio Telefônica de Jornalismo foi Caroline Pinheiro da Costa, da ESPM, que concorrerá na etapa latino-americana do concurso.

O primeiro colocado entre os finalistas receberá uma viagem à Espanha e uma oportunidade de estágio no jornal El País.