A Symantec planeja cortar cerca de 2 mil postos de trabalho durante o processo de divisão das suas operações em duas companhias - uma voltada exclusivamente às aplicações de segurança e outra para storage.

Segundo o San Jose Mercury News, um porta-voz da empresa confirmou que as demissões resultarão em uma redução de 10% na equipe.

A empresa se recusou a explicar quais departamentos sofrerão a maior quantidade de demissões.

"Este esforço de reestruturação acontecerá em vários locais e setores dentro da empresa ao longo do próximo ano", disse Kristen Batch, vice-presidente Comunicação Corporativa da Symantec, em um email ao site americano.

A Symantec tinha mais de 20.800 funcionários em março, de acordo com o seu relatório anual mais recente. Desses, 44% ficam nos Estados Unidos.

Em outubro, a empresa anunciou que irá se dividir em duas, criando uma companhia de segurança e outra de armazenamento de dados separados.