Baguete
InícioNotícias> Ex-Microsoft abre escola de tecnologia

Tamanho da fonte:-A+A

PROGRAMAÇÃO PARA JOVENS

Ex-Microsoft abre escola de tecnologia

Júlia Merker
// quinta, 08/01/2015 16:18

São Paulo conta desde outubro com um centro de ensino voltado para tecnologias como programação, robótica e games. A MadCode dá aulas para crianças e adolescentes de 5 a 17 anos. 

Daniel Cleffi, fundador da MadCode. Foto: Divulgação.

Atualmente a escola conta com 93 alunos, que pagam de R$ 350 a R$ 500 para participar dos cursos.

Os sócios são Daniel Cleffi, que atuava desde 2000 na Microsoft e nos últimos quatro anos fez parte do setor de educação da empresa.

Cleffi e seus dois sócios têm filhos e estavam preocupados com a formação dos jovens em relação à tecnologia.

“Crianças e adolescentes que dominarem esta nova linguagem se destacarão nos diversos campos profissionais que escolherem seguir. Conhecer e dominar essas habilidades é tão importante atualmente quanto foi no passado falar uma segunda ou terceira língua”, acredita Cleffi.

A empresa também conta com uma incubadora de ideias em que, segundo Cleffi, serão abrigados projetos desenvolvidos por alunos que “resolvam questões reais da comunidade em que vivem".

O grupo também conta com um escritório de representação em Mountain View, na Califórnia, liderado por André Thiollier, que atua tanto na estruturação do projetos incubados como na busca e formalização de associações nos Estados Unidos.

A escola, que funciona no modelo de franquias, já conta com uma segunda unidade em São Paulo. O objetivo é ampliar o número de unidades em 2015.

Na MadCode também acontecerá um curso de empreendedorismo para adolescentes. O objetivo das aulas é preparar os jovem em relação às áreas financeira, jurídica, de marketing e comercial. 

"É fundamental incentivar o jovem brasileiro a empreender, assumir a responsabilidades de criar algo novo, realizar seus desejos e enfrentar desafios. Infelizmente, muitos cursos das universidades brasileiras não instigam o espírito empreendedor", afirma um dos fundadores da MadCode.

A equipe da escola inclui profissionais das áreas de ciência da computação, matemática, psicologia, entre outras. A área de robótica conta com um tutor da equipe brasileira de robótica competitiva ganhadora da medalhas de ouro nas Olimpíadas de Robótica no Japão em 2014.

Júlia Merker