Maurício Prado.

Maurício Prado não é mais vice presidente de vendas da área de Business Applications.

O executivo comunicou sua saída em um post no Linkedin.

“A Oracle é uma empresa com líderes apaixonados, intensos, muito competitivos e com uma energia brutal! Isto tudo cria um ambiente único de superação e conquistas. Tem uma pegada esportiva que nunca vi em empresa nenhuma. Com certeza a principal escola de vendas da indústria de tecnologia”, disse o executivo no post.

O ambiente competitivo da Oracle também causa alta rotatividade em cargos executivos, uma característica pela qual a multinacional é conhecida.

Prado foi contratado pela Oracle há dois anos, vindo da SalesForce, onde foi presidente da subsidiária brasileira.

No post, Prado não chega a dar maiores detalhes sobre o seu futuro profissional.

"Como sou velejador, chegou a hora de explorar novos mares, usar a força do vento a favor nas velas e descobrir novos destinos que me trarão conhecimentos e crescimento profissional e pessoal", escreve Prado no texto.

Informações sobre a saída de Prado já vinham circulando nas últimas semanas. Procurada pelo Baguete, a Oracle não se manifestou sobre o assunto.

Prado é um executivo experiente, no mercado desde a metade dos anos 90, com passagem por cargos de alto nível em SAP, Microsoft e Expedia.

O profissional saiu da Salesforce em meio a uma polêmica com repercussões nacionais.

O executivo, contratado pela gigante de CRM em 2014 para liderar a operação no país, foi demitido após um funcionário postar no Facebook uma foto da festa de final de ano da companhia na qual o Prado está ao lado de um colega fantasiado como o popular meme do "Negão do WhatsApp". 

Na época, a decisão da Salesforce dividiu opiniões no mercado de TI entre os que viram a medida como uma decisão acertada e os que enxergaram um exagero politicamente correto.