CONTEÚDO

Conheça o Startupdareal

08/02/2022 09:15

Perfil de sucesso nas redes sociais decidiu sair do anonimato.

Foto: Youtube

Tamanho da fonte: -A+A

Alberto Brandão tem 37 anos, é formado em sistema da informação e trabalhou por mais de 10 anos com tecnologia. Estudou empreendedorismo fora do país, e quando voltou, tentou montar seu próprio negócio, que não deu certo.

Em 2017, Brandão decidiu criar uma conta do Twitter chamada @Startupdareal, visando mostrar o outro lado do hype em torno do tema startups, inovação e empreendedorismo no país. 

Inicialmente uma brincadeira, o @Startupdareal se tornou um sucesso, com 84 mil seguidores no Twitter; um livro “Este livro não vai te tornar rico”, lançado em 2019, e-book mais vendido da Amazon, além do perfil mais lido no país do Medium, uma plataforma de publicação de textos.

A repercussão, tanto positiva quanto negativa, foi grande e o autor decidiu que era o momento de sair do anonimato nesta segunda-feira, 7, revelando a identidade no TalkShow do Ronald Rios, disponível no YouTube.

“O anonimato no começo trazia uma série de coisas positivas, então eu tinha uma certa paz na minha vida, né? Porque as pessoas focavam no meu discurso e não na minha imagem. Mas em compensação eu não podia comparecer em alguns tipos de entrevistas, fazer palestras, eventos...”, explica Brandão.

Brandão se formou em Sistemas da Informação pela Unieuro, de Brasília, em 2009, e fez bootcamp intensivo de 11 semanas sobre inovação nos Chile em 2013.

A experiência malfadada como empreendedor desatou uma virada na vida do profissional. 

Desde então começou um curso de Filosofia na Universidade Estadual de Londrina e se estabeleceu na área de criação de conteúdo para empresas de tecnologia.

É um novo ramo de atuação no qual com certeza ser conhecido como o autor do Startupdareal certamente abre inúmeras portas. 

O perfil pode, inclusive, se tornar um empreendimento em si mesmo, o que não seria surpreendente, visto a falta de vozes mais críticas na cena de inovação brasileira.

O anonimato também passou a ser usado como forma de ataque. De acordo com Brandão, um “cara rico e muito famoso”, incomodado com os comentários do perfil, entrou em contato mostrando que conhecia o autor, e fazendo uma espécie de chantagem indireta.

“Ele me mandou mensagem dizendo ‘e aí Alberto, tudo bem? Eu sei quem você é, queria te parabenizar pelo lançamento do livro, agora você tem que ter responsabilidade pelo que você fala, toma cuidado’. Sabe? Num tom de ameaça”, relata Brandão.

Para Brandão, suas críticas ao “empreendedorismo autoajuda e ao conhecimento superficial” incomodam, é um sistema que cria ilusões de riqueza, ao mesmo tempo em que protege das consequências na vida real do que prega.

“O meu maior problema com isso é o risco que incentivam as pessoas a assumirem. Para cada empreendedor que faz sucesso, um milhão fracassa”, aponta Brandão. “Ao mesmo tempo, os maiores portais de notícias sobre investimento são das próprias corretoras. Quem aponta uma coisa dessas vira um alvo de desafeto”, resume o autor.

Veja também

OPORTUNIDADE
Banco BMG procura startups

A instituição vai selecionar 20 empresas em programa com a Troposlab.

PAGAMENTOS
Feedzai aposta no Brasil

Não é para menos: empresa tem soluções de segurança para o setor financeiro.

TROCA
Klaumann, ex-Linx, assume Neogrid

Missão é difícil: liderar a empresa fundada por Miguel Abuhab.

CARREIRA
Softtek tem nova líder para o varejo

Luisa Marchiori assumiu a posição ocupada até então por Rafael Vargas.

NUVEM
DevZap migra para Google Cloud

Projeto foi da Nublify e reduziu custos operacionais em mais de 70%.

FARMA
Apsen tem ex-Vertem como CTO

Renan Roberto também tem passagem pela Oi.