Roberto Woltmann.

O Sebrae-RS está fazendo reorganizando seus processos e fluxos de trabalho em cima do Fluig, plataforma de gestão de documentos e identidades da Totvs.

Numa primeira onda, foram incluídos 15 processos que funcionavam em cima do antigo ECM da Totvs. Nos próximos seis meses, a meta é substituir a Intranet baseada em Sharepoint pela rede social corporativa do Fluig.

“Queremos simplicar a infraestrutura de sistemas e unificar os pontos de acesso para melhorar a produtividade dos funcionários”, resume Roberto Woltmann, gerente de TI e Gestão de Processos do Sebrae-RS.

Por mês são emitidas mais de 2 mil notas fiscais, todas processadas pelo Fluig. Esse número corresponde a apenas um dos processos automatizados com o uso da ferramenta.

Nomeado internamente de Projeto Orbe, a implantação da plataforma levou cinco meses, levando em consideração a migração do antigo sistema de ECM utilizado até os testes finais. 

Atualmente, cerca de 350 funcionários acessam o Fluig nas operações do dia a dia da entidade, tanto local como remotamente. 

Atualmente, o Fluig conta com 600 mil usuários em 700 empresas. A grande maioria, em torno de 80%, é cliente da base Totvs.

No terceiro trimestre de 2015 (mais recente período divulgado pela empresa), a Totvs alcançou receita líquida de R$ 464,5 milhões, um crescimento de 4,2% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e de 2,9% frente ao trimestre anterior.