Guilherme Telles, diretor geral da Uber no Brasil. Foto: Divulgação.

O Uber vai realizar seis edições do Uber Hack no Brasil. A série de hackathons tem foco em soluções para melhorar a mobilidade urbana. 

A iniciativa convida os participantes a criarem ou repensarem projetos urbanos a partir de modelos que podem, inclusive, estar integrados ao aplicativo da Uber.

Os hackathons serão realizados entre março e junho, em seis capitais: Porto Alegre, Fortaleza, Belo Horizonte, Brasília, Recife e São Paulo. 

Os vencedores locais, que serão definidos por uma banca julgadora formada por especialistas da Uber e membros do poder público local, vão apresentar suas soluções na etapa final do desafio, que acontece no dia 5 de junho, em São Paulo. 

A equipe vencedora final ganhará uma viagem para o centro de tecnologia da Uber, em Pittsburgh, para conhecer a tecnologia dos carros autônomos em desenvolvimento pela empresa.

"O hackathon, modelo escolhido para o Uber Hack, tem como grande ingrediente o desafio, com uma pitada de diversão. As pessoas disponibilizam seu conhecimento e tempo para analisar dados e tentar resolver problemas com soluções criativas. Todo esse processo deixa um legado de grande valor para a comunidade", afirma Guilherme Telles, diretor geral da Uber no Brasil.  

As inscrições para a primeira etapa, que acontece em Porto Alegre, estão abertas até 19 de março de 2018, pelo site do programa

 

Confira as datas dos hackathons:

24 e 25 de março: Porto Alegre

7 e 8 de abril: Fortaleza

21 e 22 de abril: Belo Horizonte

5 e 6 de maio: Brasília

19 e 20 de maio: Recife

2 e 3 de junho: São Paulo