Unicred reformula metodologia de desenvolvimento. Foto: divulgação.

A Unicred, cooperativa de crédito com atuação em oito estados brasileiros, investiu na otimização de seus processos internos, ao contratar a Disys para implantar o uso de métodos ágeis no seu dia a dia.

Com o apoio da consultoria, a cooperativa passou a mesclar métodos ágeis via Scrum, com a metodologia tradicional de desenvolvimento já utilizada pelo time de TI da companhia.

Segundo o Gerente de Sistema e Tecnologia (CIO) da Unicred, Jefferson Bornhausen, o objetivo da empresa foi mapear e documentar os processos de desenvolvimento, e criar indicadores de acompanhamento das equipes.

“Incluímos o que estaria mais aderente às necessidades e realidade da Unicred. Alguns dos processos estabelecidos foram de definição de indicadores de desempenho, aproximação com o escritório de gerenciamento de projetos e garantia da qualidade”, explica o CIO.

Para Anderson Donas, consultor de desenvolvimento de aplicativos sênior da Disys, o desafio foi estabelecer uma metodologia de scrum, que envolve mais interação e ciclos de feedback, em um ambiente altamente regulamentado e documentado como o da Unicred, do setor financeiro.

"Na verdade, esta abordagem híbrida da metodologia ágil trouxe maior eficiência no uso interno da documentação durante o desenvolvimento de aplicações", avaliou o consultor.

Iniciado no final de 2013 com um diagnóstico da estrutura da Unicred, o processo de desenvolvimento e implantação da metodologia foi realizado em dois ciclos de implantação. 

"No primeiro, trouxemos a abordagem de gestão pelo scrum. Em paralelo, treinamos todos os coordenadores da Unicred também no método. Depois disso, realizamos todo o acompanhamento após a implantação da Metodologia de Desenvolvimento de Software (MDS)", destacou Donas.

Ao detalhar o processo, Bornhausen afirmou que a parte de implantação foi em ciclos distintos: definição da MDS de acordo com as necessidades da empresa e um acréscimo das aderências aos processos do CMMI, no qual a Unicred é nível 3.

Segundo destaca o executivo da Unicred, a mudança para o novo método, realizada durante o ano de 2014, já trouxe resultados positivos, com crescimento de 20% na produtividade das equipes.

"Além disso, observamos uma redução em 10% nos índices de retrabalho e aumento de 15% do índice de satisfação do cliente", completa o CIO da cooperativa financeira.

Outro ponto citado por Donas foi a abrangência da metodologia. Com maior foco nos processos e menos nas ferramentas utilizadas, a Disys trabalhou com a Unicred em meio a um período de mudança dentro da cooperativa.

Um exemplo desta mudança se deu no início de 2015, quando a companhia anunciou a implantação do ERP SAP, com integrações previstas para primeiro semestre do ano e roll out no segundo semestre. O projeto será realizado pela Convista, consultoria SAP sediada em Colônia, na Alemanha.

Embora a empresa não dê detalhes sobre o valor gasto no projeto, a iniciativa faz parte do plano de investimento de R$ 50 milhões que a empresa traçou para inovação tecnológica durante o biênio 2014-2015.

Com 25 anos de atuação, o Sistema Unicred tem cinco centrais, 47 cooperativas, 278 unidades de negócios e aproximadamente 196 mil cooperados.