Federico Vega, CEO da Cargo X. Foto: divulgação.

A Cargo X, startup do segmento de logística, captou US$ 80 milhões em sua quinta rodada de investimentos.

Liderada pela LGT Lightstone Latin America, a rodada tem participação dos sócios já existentes Goldman Sachs Growth Equity, Valor Capital, Farallon Capital, entre outros investidores não informados.

Fundada em 2013, a Cargo X já tinha captado US$ 96 milhões em rodadas anteriores.

Atualmente, a startup - que conta com cerca de 400 colaboradores - é um marketplace que conecta cerca de 20 mil empresas de transportes e seus 400 mil caminhoneiros com cargas, além de oferecer serviços financeiros e tecnologia para tornar suas operações mais competitivas. 

Em 2019, cerca de R$ 80 bilhões de reais em valor de fretes passaram pela empresa, que  cresce 20% ao mês.

Também no ano passado, a startup passou a concentrar seus esforços nas pequenas transportadoras e empreendedores com até seis caminhões, por meio de um fundo de investimento próprio de R$ 100 milhões. 

Para 2020, a Cargo X pretende dobrar o número de parceiros transportadores na sua rede.

Com o novo investimento, o foco será em continuar desenvolvendo tecnologias de ponta que permitam operar 100% on-line, além de auxiliar os transportadores na crise atual, que tem acelerado abruptamente a necessidade de digitalização das empresas.

A intenção da startup é diminuir o contato humano e trazer maior eficiência por meio da automação de processos, além da eliminação de viagens de retorno vazias e de tempos de espera.

“A LGT Lightstone não só é um dos investidores mais exclusivos e seletos do mundo, mas está fortemente alinhada aos nossos objetivos e com nossos valores, requisito fundamental para construir uma parceria bem-sucedida no longo prazo", ressalta Federico Vega, CEO da Cargo X.

No ano passado, Vega, foi eleito pela revista Fast Company como uma das 100 ​pessoas mais criativas no mundo dos negócios, além da Cargo X ter sido apontada como o próximo unicórnio brasileiro por um relatório desenvolvido por New York Times e CB Insights.

“Acreditamos que nossa parceria e dos atuais investidores com a Cargo X ajudará a acelerar ainda mais o projeto e a consolidar a liderança da empresa no setor, particularmente em um momento tão importante para o país", afirma Gustavo Verdelli, managing director da LGT Lightstone.

A LGT Lightstone é o braço de investimentos de growth-equity da LGT, o maior Private Bank e Asset Management de capital fechado no mundo com mais de USD 200 bilhões sob gestão.

Com escritórios de investimentos no Brasil, Índia, África, Cingapura e Reino Unido, a LGT Lightstone tem foco em setores como saúde, educação, inclusão financeira, tecnologia, serviços ambientais, energia e agronegócio.