Ao indicar os impostos, a notinha ficou um pouco grande. Foto: flickr.com/photos/kukkuro

Alguns varejistas, incluindo a Lojas Renner, já estão informando o valor estimado de impostos embutidos nas compras em suas notas fiscais.

Conforme notícia do Uol, as redes Riachuelo e Telhanorte também se adiantaram à lei 12.741, que começa a valer a partir de junho, quando todas as empresas deverão exibir a quantidade gasta com sete impostos em notas fiscais ou extratos (no caso dos bancos).

Por enquanto, as empresas estão experimentando e, por isso, não utilizam o sistema de cálculo desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que deve ser oferecido de forma gratuita para todas as empresas que se interessarem a partir do próximo dia 15.

Conforme assessoria de imprensa, a Riachuelo informou que a loja que está fazendo a emissão está localizada no Shopping Metrô Tucuruvi, em São Paulo.

A lei foi sancionada em 10 de dezembro de 2012, com previsão de entrada em vigor em seis meses, o que aconteceria, portanto, em 10 de junho.

Os sete impostos que deverão constar na nota fiscal são: IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), PIS/Pasep (Contribuição para o Programa de Integração Social), Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e ISS (Imposto sobre Serviços).

CONTA GRANDE
Segundo dados aproximados levantados pela ACSP, em 2012 os brasileiros pagaram mais de R$ 1 trilhão em impostos.

De acordo com o site do Impostômetro, promovido pela entidade paulista, nos três primeiros dias do ano, já foram pagos cerca de R$ 12 bilhões em impostos.