Foi eleita no último sábado, 4, a Associação Fab Lab Joinville. Foto: Divulgação.

Foi eleita no último sábado, 4, a Associação Fab Lab Joinville, que será responsável por criar o primeiro espaço desse tipo apoiado pelo Join.Valle. O projeto é encabeçado pela Prefeitura de Joinville, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O local que vai abrigar o Fab Lab Joinvillle é a sede do Centro XV, que será cedido pela Fundação Albano Schmidt (Fundamas) e será preparado nos próximos meses. 

"A proposta é reunir equipes transdisciplinares compostas por empreendedores, pesquisadores e estudantes, makers, entusiastas, engenheiros, cientistas, tanto do ramo de TIC quanto de engenharia eletrônica, da robótica, além de profissionais criativos de áreas como design, arquitetura e urbanismol", explica o secretário de desenvolvimento econômico de Joinville, Danilo Conti, um dos nomes à frente do Join.Valle. 

A partir da formalização da Associação Fab Lab Joinville, serão iniciados os trabalhos para montagem física do espaço, que será destinado à projetos de fabricação digital, com máquinas que permitirão aos usuários do laboratório criar protótipos de alta complexidade. 

O laboratório também tem como objetivo a inserção da comunidade em projetos de artes, cultura, programação de computadores, eletrônica, robótica e design através de oficinas e cursos. 

"Escolhemos o formato de associação pois ele garante independência ao laboratório. Acreditamos que este projeto pertence a comunidade e deve, por isso, ser aberto ao público e gerenciado de forma transparente e aberta por voluntários. Nos próximos meses iremos trabalhar para tornar o laboratório uma realidade" comenta o conselheiro da Associação Alan Rafael Fachini.

Os fab labs (laboratórios de fabricação) são espaços compartilhados composto por máquinas de fabricação digital, ferramentas eletrônicas e softwares.

Este tipo de ambiente surgiu no MIT (Massachusetts Institute of Technology), junto ao  laboratório CBA (Center for Bits and Atoms) e ao MIT Media Lab, que tem o objetivo de democratizar a fabricação digital, baseado em um sistema colaborativo. 

O projeto Join.Valle foi lançado em março pela prefeitura da cidade catarinense e propõe uma nova gestão do espaço urbano dentro do conceito de Cidades Inteligentes e Humanas (Human Smart Cities).