DRONES

Horus capta R$ 2 milhões via EqSeed

08/06/2022 16:30

Startup atraiu cerca de 206 investidores na plataforma de crowdfunding.

Fabrício Hertz, CEO e fundador da Horus. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Horus Aeronaves, dona de uma solução de monitoramento agrícola com drones, acaba de receber mais de R$ 2 milhões por meio da EqSeed, uma plataforma on-line de equity crowdfunding.

Essa foi a terceira rodada de investimento da Horus na plataforma, onde atraiu cerca de 206 investidores, com ticket médio por investidor de R$ 11.407.

“Esse aporte nos auxiliará no processo de ter os cinco maiores complexos e dois grandes nomes do setor de telecomunicações como clientes. Com esse investimento, também pretendemos lançar novos produtos e atingir um faturamento de mais de R$ 8 milhões no próximo ano”, destaca Fabrício Hertz, CEO e fundador da Horus.

A Horus Aeronaves atua com drones de fabricação própria integrados com inteligência artificial. Os equipamentos são usados para analisar ataque de pragas, infestações, deficiências nutricionais e falhas de plantio.

Recentemente, a empresa fechou uma parceria com o Google, para trabalhar em conjunto no desenvolvimento de tecnologia para inspeção de ativos, como usinas solares, centrais hidrelétricas e usinas eólicas.

Em 2017, a empresa recebeu um aporte de R$ 3 milhões da SP Ventures, um dos maiores fundos de venture capital do Brasil. 

Fundada em 2015 pelo matemático inglês e ex-Lloyds Bank Mercados de Capitais, Greg Kelly, e pelo economista norte-americano Brian Begnoche, a EqSeed busca efetuar rodadas de investimento de até R$ 5 milhões.

Veja também

MAIS UMA
Afterverse demite 20%

A empresa de games da Movile teria cortado cerca de 60 funcionários.

CHATBOTS
Take Blip levanta US$ 70 milhões

Segundo aporte na mineira veio do Warburg Pincus, mesmo investidor da série A.

IA
Comgás: inteligência artificial com H2O.ai

Projeto é da Keyrus, integradora francesa com presença importante no Brasil.

IDENTIDADE
Incognia recebe aporte de US$ 15,5 milhões

Companhia era um braço da InLoco, vendida para a Magalu em 2020.

CONSTRUÇÃO
UrbanPlan recebe aporte da iMaps

Empresa de big data para a área de construção agora se chama Obra.ai.

STARTUPS
Joel Jota lidera comitê na Bossanova

Ex-nadador é um mentor com 2,7 milhões de seguidores no Instagram.