Inscrições vão até a próxima quinta-feira, 9 de julho. Foto: Pexels.

O Itaú Unibanco e a ONG Recode, focada na geração de oportunidades de TI para jovens em situação de vulnerabilidade social, estão oferecendo mais de 200 vagas gratuitas para capacitação em desenvolvimento Full Stack.

As inscrições para a segunda edição do programa Recode Pro foram prorrogadas até a próxima quinta-feira, 9 de julho. 

Para se candidatar, é preciso residir no Rio de Janeiro ou em São Paulo, ter entre 18 e 39 anos de idade, ensino médio completo e renda per capita familiar de até um salário mínimo. 

Além disso, o projeto pretende que pelo menos 51% dos participantes sejam negros, pardos ou indígenas, 40% sejam mulheres e, como critério de desempate, PCDs e LGBTQI+ terão prioridade.

Durante seis meses, os alunos selecionados aprenderão a atuar em várias partes do projeto de um software e na criação da interface, códigos, bancos de dados e programação.

Além do conteúdo técnico, o programa desenvolve capacidades como comunicação, criatividade, atuação profissional e resolução de problemas. 

Por conta do isolamento social, a edição será totalmente on-line com a supervisão de monitores via lives e webinars.

De acordo com as instituições, a primeira edição do projeto terminou em fevereiro deste ano e resultou na contratação de 66 profissionais para a área de tecnologia do Itaú Unibanco.

“Esta é uma parceria da qual temos muito orgulho no Itaú Unibanco. E o contexto em que estamos vivendo, com o isolamento social, tornou a questão da empregabilidade muito mais urgente e necessária”, afirma Estevão Lazanha, diretor de tecnologia do Itaú Unibanco. 

Além disso, a base digital da instituição financeira cresce cada vez mais. O Itaú tem cerca de 13 milhões de usuários digitais mensais e, se somadas as pessoas jurídicas, o número chega a 14,5 milhões. Isso representa 70% do total da base de clientes do banco.  

Atuando desde 1995, a Recode tem sede no Rio de Janeiro e está presente em sete países. São 689 centros de empoderamento digital e mais de 1,7 milhão de pessoas alcançadas.