Foto: flickr.com/photos/phrenologist

Tamanho da fonte: -A+A

Dados da KPMG indicam que o Brasil é o terceiro mercado com melhores perspectivas para a TI.

No relatório, o mercado brasileiro fica atrás apenas dos Estados Unidos da Índia – que lideraram o ranking pelo segundo ano consecutivo – e da China, na segunda posição.

O estudo conduzido pela KPMG avalia ainda os mercados em que as empresas de tecnologia preveem registrar os maiores índices de crescimento em investimentos na área de pesquisa e desenvolvimento e em contratações.

Nesses quesitos, o Brasil ficou em 7º e 4 º lugar, respectivamente, informa o jornal Valor Econômico.

Em outra frente, a pesquisa destacou a expectativa dos executivos de que o setor de tecnologia caminha, em todo o mundo, para uma fase de crescimento mais moderado.

Em relação ao aumento da receita, apenas 10% dos entrevistados disseram esperar um faturamento significativamente maior para o próximo ano, contra os 17% do estudo de 2011.

Ao mesmo tempo, 20% dos participantes preveem que a receita não sofrerá alteração no período, enquanto 67% estimam um crescimento um pouco maior. Entre os segmentos mais promissores, os entrevistados apontaram a computação em nuvem e os aplicativos móveis.