App passa a sensação de que alguém tem uma vida perfeita. Foto: flickr.com/photos/66517237@N04

Uma pesquisadora da Humboldt University de Berlim apontou que, dentre as redes sociais e seu conteúdo possivelmente participante de quadros de depressão, o Instagram é o mais propenso.

O app, focado no compartilhamento de fotografias e vídeos, pode trazer aos usuários uma sensação de que os outros têm uma vida perfeita, gerando descontamento e depressão. As informações são do Youpix.

Hanna Krasnova, responsável pela descoberta, apontou em entrevista que esse efeito é recorrente em muitas redes sociais, mas é explícito no Instagram.

“A foto provoca comparação social imediata, o que pode desencadear sentimentos de inferioridade”, completa Krasnova.

O sentimento de inferioridade resulta em inveja e ressentimento, de acordo com o estudo. Para Krasnova, uma das maneiras usadas para compensar é tirar melhores fotos, uma forma de autopromoção.

Lançado em 2010, o Instagram rapidamente se tornou um dos principais apps de compartilhamento de foto no iOS. Foi apenas em 2012 que uma versão para Android foi lançada.

Atualmente ele está nas mãos do Facebook e permite o compartilhamento de videos de até 30 segundos.

Não ache que é só o instagram o culpado. Um estudo apontou que o Facebook também causa sensações como inveja e infelicidade. Realizado com 600 pessoas na Alemanha, dentre os principais fatores estão fotos de viagens e férias.