Tubarão é um time startup. Foto: Tubarão.

O Clube Atlético Tubarão, um time de futebol emergente da pequena Tubarão, cidade de 100 mil habitantes em Santa Catarina, acaba de adotar o software de gestão da Totvs na nuvem para administrar a instituição.

Com o apoio da ferramenta, todos os procedimentos da contabilidade (contas a pagar e a receber), financeiro, estoque, compras, ponto eletrônico e gestão de contratos e lojas serão automatizados. 

Para o futuro, o time está estudando a implantação do Totvs Smart Analytics, solução de Business Analytics desenvolvida em parceria com a GoodData, provedora americana de plataforma de análise de dados na nuvem. 

 “Cada jogador é um centro de custos – alimentação, transporte, moradia, entre outros. Ter uma análise individualizada do resultado esportivo do jogador vai nos ajudar a mensurar melhor o ganho técnico dele e a fazer negociações de contratos mais rentáveis para ambas as partes”, analisa Luiz Henrique Martins Ribeiro, presidente do Clube Atlético Tubarão.

Em 2015, o Tubarão se transformou num clube empresa sob administração da  K2 Soccer S/A, uma empresa paulista focada em negociação de jogadores de futebol.

Desde então, o Tubarão tem se denominado “o primeiro clube startup do Brasil”, com a sede administrativa incubada na Agência de Inovação e Empreendedorismo da Universidade do Sul de Santa Catarina. 

O clube foi vice campeão da série B do campeonato catarinense em 2016 e ficou em sexto lugar na série A neste ano. No longo prazo, os planos são mais ambiciosos: série D do Brasileirão em 2018 e B até 2025.

Caso os planos do Tubarão se concretizem e a “startup da bola” use mais tecnologia da Totvs, a empresa brasileira poderá ter em suas mãos um case similar ao do Hoffenheim, um clube amador alemão projetado para as altas esferas do futebol teutônico embalado por tecnologia SAP (e um caminhão de dinheiro de um dos fundadores da companhia).

A Totvs domina quase totalmente o nicho de sistemas de gestão para clubes de futebol no Brasil, com mais de 20 clientes, incluindo grandes nomes como Internacional, Cruzeiro, Botafogo e Ponte Preta, Santos e Corinthians.

A SAP também tem feito um esforço para entrar nesse ramo, no qual os ganhos publicitários de exposição de marca são tão importantes quando o dinheiro dos contratos.

Em março, a empresa fechou uma implementação no São Paulo, com direito a uso de tecnologia analítica para avaliar desempenho, como acontece no Grêmio.

Palmeiras e o Botafogo de Ribeirão Preto tem implantações menos sofisticadas, constando apenas do ERP para pequenas e médias empresas SAP Business One.