First Data aposta em data center. Foto: divulgação.

A First Data, multinacional de processamento de pagamentos e comércio eletrônico, anunciou a inauguração de dois data centers no Brasil, um projeto realizado em parceria com a IBM.

Com investimento não revelado, os data centers tem como meta a criação de um ambiente compatível com os padrões globais de segurança do PCI, conselho que fiscaliza transações financeiras eletrônicas.

O primeiro data center está localizado no Centro de Serviços Globais da IBM, em Hortolândia, interior de SP, e o segundo está situado na sede da IBM Brasil, na capital paulista, servindo de backup e funcionando de maneira espelhada com o primeiro, a fim de suportar períodos de aumento de demanda e situações de disaster recovery, ambos em ambiente de missão crítica.

O projeto dos data centers conta também com uma equipe de mais de 35 especialistas da própria First Data, que definiu os equipamentos adquiridos, instalados e gerenciados.

De acordo com a First Data, os ambientes oferecem alta disponibilidade em solução de captura e processamento de transações de débito e crédito, suportando o sistema Bin, lançado recentemente pela multinacional e focado em e-payment para empresas de pequeno e médio porte (PMEs).

Os centros também atendem outros serviços já disponibilizados pela empresa, como as soluções VisionPLUS e VisionPLUS Flex, de processamento de pagamentos para emissores, soluções de cartão presente.

Além disso, a empresa tem uma rede de correspondentes não-bancários composta de 11 mil comerciantes, espalhados pelo país. Em 2013, a First Data obteve faturamento global de US$ 10,8 bilhões, com cerca de 3 trilhões de transações por ano.

Para Debbie Guerra, presidente da First Data Brasil, o investimento em manter data centers locais faz parte da estratégia de oferecer soluções ágeis e flexíveis de captura e processamento de transações de débito e crédito.

"Este é o primeiro passo da empresa na direção de se tornar referência em gestão de estabelecimentos comerciais no País", comenta a presidente.