Marco Zanini, CEO da Dinamo Networks. Foto: Divulgação.

A Soluti é a primeira autoridade certificadora do Brasil a oferecer o Dinamo Pocket, dispositivo portátil para guarda e gerenciamento de múltiplos certificados digitais.

O dispositivo foi criado pela Dinamo Networks, especialista em criptografia digital e segurança da informação. A companhia faz parte do Grupo Globalweb, que atua com fabricação de software, outsourcing, infraestrutura, segurança da informação e cloud computing.

Com sede na cidade de São Paulo, a Dinamo conta com mais de 50 funcionários. Por meio de canais, atua em todo o Brasil com produtos como o HSMs Dinamo e serviços de segurança de dados. 

O Dinamo Pocket guarda em um mesmo hardware até 200 certificados. Com a Soluti, o aparelho custará a partir de R$ 400 mensais na modalidade de serviços. 

“Escritórios de contabilidade, de advocacia, clínicas médicas, por exemplo, possuem atualmente diversos certificados que estão armazenados sem segurança em um computador ou em dezenas de tokens e smart cards. Agora, todos eles podem ficar em um único local guardados com segurança e facilidade de acesso”, explica Marco Zanini, CEO da Dinamo Networks.

 O Pocket pode ser comprado como serviço, por meio de pagamentos mensais e que incluem o backup e a troca gratuita do aparelho em caso de danos ou problemas no equipamento. 

A comercialização será feita somente através das principais autoridades certificadoras, responsáveis pela emissão de certificados digitais.  

"Sistemas, ferramentas e dispositivos disruptivos estão recriando a forma de trocar e armazenar informações e interferindo na dinâmica das transações comerciais. O produto representa esta quebra de paradigma no segmento de certificação digital, onde complexidade era a palavra de ordem", ressalta Selva Tassara, diretora de Marketing da Soluti. 

O Dinamo Pocket é uma derivação do Host Security Modules (HSM) da Dinamo Networks. A tecnologia oferece um ambiente seguro para o gerenciamento do ciclo de vida das chaves de segurança (criptográficas) de uma companhia, além de fornecer assinatura e certificação digitais.

Para a criação do produto, foram investidos mais de R$ 10 milhões em pesquisa e desenvolvimento nos últimos quatro anos.

A partir do lançamento, a previsão de faturamento da empresa para os próximos três anos é de R$ 70 milhões.

A Soluti, empresa paulista de segurança e certificação digital, comprou em maio a unidade de negócios de certificação digital da multinacional americana DocuSign no Brasil. A compra agregou 11 unidades e 80 funcionários espalhados pelo Rio Grande do Norte, Sergipe, Pernambuco, Bahia, Ceará, Piauí e Paraná, além de São Paulo