A Tecnisa possui mais de 7 milhões de m² lançados em todas as suas praças de atuação. Foto: Divulgação.

A construtora Tecnisa contratou a Redbelt para um projeto voltado para a comunicação interna das equipes. A companhia transformou a intranet em um portal corporativo a partir de um trabalho realizado com SharePoint Server 2013 e Microsoft SQL Server 2012 Standard.

O objetivo da Tecnisa era contar com uma solução de intranet que organizasse todas as informações da companhia, criando meios para que os gestores tivessem controle de todas as etapas do fluxo do negócio, aperfeiçoando a comunicação entre os colaboradores.

A Redbelt iniciou o projeto estudando como integrar os usuários do Active Directory e do SharePoint, fazendo os ajustes necessários para entregar uma intranet adaptada às necessidades da Tecnisa. 

Com o projeto, todos os servidores estão hospedados no Microsoft Azure.

Segundo Osvaldo Luiz de Aguiar, CIO da Tecnisa, a empresa necessitava de uma tecnologia que fosse parametrizável pelos próprios usuários, uma vez que a companhia opta por trabalhar com uma equipe enxuta. 

"Hoje, em nossa intranet, todas as informações, independentemente das áreas, podem ser feitas sem que haja dependência de outra área técnica, uma vez que o software é amigável e cada área é responsável por customizar o que irá publicar. Além disso, todos os funcionários da empresa têm acesso à gestão de conhecimento da intranet e manual de normas da empresa, que estão disponíveis no Microsoft Azure e que, antes ficava hospedado em um data center", completa

Após a implantação da intranet, a Tecnisa optou por um contrato de suporte e melhorias contínuas no ambiente junto ao time Redbelt. 

Além das implementações realizadas para a Tecnisa, o serviço de intranet permite gerenciar solicitações e benefícios, reservar salas de reunião, controlar horas e realizar reembolso de despesas.

“A solução de intranet da Tecnisa foi adaptada de acordo com necessidade apresentada, pois sempre prezamos por oferecer um atendimento personalizado aos nossos clientes. Temos soluções nas áreas de segurança, desenvolvimento de aplicações, nuvem e realidade virtual que nos possibilita integrar diversas expertises tecnológicas com agilidade e eficiência", relata Gustavo de Camargo, CEO da Redbelt.

Fundada em 2009, a Redbelt nasceu como uma empresa focada em segurança da informação. Depois, ampliou seu portfólio e hoje abrange soluções em nuvem e desenvolvimento de aplicações.

Com 38 anos de atuação, a Tecnisa possui mais de 7 milhões de m² lançados em todas as suas praças de atuação.

A Tecnisa encerrou o segundo trimestre deste ano com prejuízo líquido de R$ 139,9 milhões. O prejuízo foi 52,5% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 91,8 milhões.