Tecnologia detecta em tempo real se taxi está disponível. Foto: flickr.com/photos/eduardomeza.

A startup porto-alegrense Ayza Tecnologia, fundada pelos sócios Odair Martins e Marcelo Ourique, lança um sistema que promete facilitar tanto a vida de quem trabalha com táxi, quanto de quem usa o serviço: a ferramenta permite ao frotistas rastrear os carros e ao passageiro localizar em tempo real os veículos disponíveis nas redondezas.

Financiado com recursos próprios de seus criadores, de valor não divulgado, o aplicativo Ayza Web Taxi deve estar em fase beta em cem táxis e facilitar o monitoramento de dez frotistas até o fim deste ano, conforme Odair Martins.

De acordo com o fundador, que já projetou sistemas de logística para empresas de distribuiçao de gás, o aplicativo detecta automaticamente a presença de passageiros nos carros e envia os dados para a empresa controladora pela Internet.

A detecção é feita por sensores instalados nos táxis, que processam as informações em tempo real via web, acusando no ato se o carro está em corrida ou disponível.

Estes dados são repassados por SMS aos frotistas, que fazem o rastreamento dos veículos com um aparelho móvel projetado especialmente pela Ayza.

Para os passageiros, o sistema permite não só localizar os carros disponíveis nas ruas próximas, mas contatar diretamente os taxistas livres.

“A atualização web é feita a cada dez segundos, garantindo agilidade para as informações”, destaca Martins.

Para os donos de frotas de táxis, o sistema resolve uma dor de cabeça: a possibilidade de fraudes com corridas que deixam de ser registradas, que, segundo levantamento feito pela Ayza, geram perdas que consomem cerca de 30% do faturamento dos controladores.

Com a novidade, é possível consultar a féria a qualquer momento ligando para o número do chip celular instalado no equipamento em cada carro.

RETORNO
Para a Ayza, o ganho com a aplicação vem da cobrança pela manutenção do serviço e pela instalação e concessão dos equipamentos de rastreamento, repassados por comodato.

"O investimento é rapidamente recuperado, pois os donos de táxi podem ganhar em duas frentes, facilitando o contato com o usuário do serviço via web e evitando perdas com corridas não registradas", explica Martins.

Para ter uma idéia, em Porto Alegre existem atualmente 3916 taxis registrados em atividades. Em todo o território nacional, são mais de 114 mil.

De acordo com o sócio da startup gaúcha, a fase de testes do Ayza Web Taxi servirá para fazer os últimos ajustes na solução. Depois, a meta é expandir a operação.

“Temos planos de levar esta solução para outras capitais e buscar novos investimentos para melhorar ainda mais a plataforma e equipamentos", projeta Martins.

CONCORRÊNCIA

Voltados ao lado dos passageiros, outros aplicativos já exploram o nicho dos táxis - o Resolve Aí é um dos exemplos mais populares, atuando em 21 cidades do país.

A startup TaxiJá, voltada o mercado mobile, é outra aplicação do gênero, que promete estender a sua atuação para mais de 600 taxis até o final do ano.

Mesmo com a concorrência, a Ayza não se intimida.

"Temos o diferencial de informar a disponbilidade dos táxis em tempo real, uma funcionalidade que outros aplicativos não possuem com a mesma eficiência", destaca Odair.