Horas que os usuários assistem vídeos no laptop aumentos 59%. Foto: flickr.com/photos/conniecrosby.

O tempo de uso para assistir TV e vídeo em dispositivos móveis no Brasil aumentou neste ano. A Ericsson divulgou o resultado do relatório TV e Media realizado pelo laboratório de pesquisas ConsumerLab.

Os usuários assistem vídeos por 2,2 horas semanalmente no laptop, ante 1,4 hora do ano passado, ou seja, 59%. Em tablets, o aumento foi de 39% e nos smartphones, de 8%. 

O consumo de TV e vídeo é considerado um hábito natural por 69% dos entrevistados e 68% gostariam de ter todo o conteúdo da televisão em seus dispositivos. 

Em questão a grade de programação, 62% preferem escolher o horário e o programa que vão assistir. 

A Cisco divulgou em fevereiro deste ano que o número de smartphones, tablets, laptops e telefones com conexão a Internet será maior do que o número de pessoas no mundo até dezembro, ultrapassando os 7 bilhões. Até 2017, o índice será, segundo a Cisco, de 1,4 dispositivo por habitante. 

Enquanto isso, de acordo com o Ministério das Comunicações, o número de assinantes de TV a cabo no primeiro trimestre de 2013 era 16.809.274. 

O preço médio dos pacotes básico e básico estendido de TV por assinatura no Brasil é de 23,25 dólares, valor abaixo da média mundial, que é de 27,43 dólares. Isso coloca o país na 27ª posição entre 49 países, segundo estudo feito pela Fipe para a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA).