A Huawei abriu um Centro de Inovação e Integração de Soluções para Clientes em SP. Foto: Divulgação.

A Huawei lançou o seu primeiro Centro de Inovação e Integração de Soluções para Clientes (CSIC, na sigla em inglês) na região da América Latina, em São Paulo. O CSIC é uma plataforma da Huawei em que clientes podem visualizar em tempo real o impacto da adoção de novas aplicações e serviços em suas linhas de negócio.

Desenhado sob medida para atender as necessidades de empresas no Brasil, o CSIC contempla tecnologias como soluções de vídeo para banda larga móvel, voz sobre LTE (VoLTE), vídeo em 4K, big data, computação em nuvem e terminais, entre outros.

“O lançamento do CSIC reforça o compromisso da Huawei com o ecossistema de TIC e é mais um marco importante que a empresa atinge nos 16 anos em que opera no país”, afirma Huang Hailin, vice-presidente de Marketing e Soluções da Huawei do Brasil.

Baseado em ambientes reais de TIC e com arquiteturas padrão de mercado, o CSIC da Huawei oferece um ambiente para que operadoras testem ideias, modelos e serviços com o apoio da equipe da Huawei. 

A plataforma agiliza os procedimentos de preparação do ambiente de TIC a ser simulado, o que acelera as principais etapas de criação de novos processos. Uma vez que a operadora esteja satisfeita com a experimentação realizada no CSIC, ela poderá se preparar para provas de conceito de forma mais rápida.

A criação de uma plataforma global de experimentação como o CSIC foi resultado de diversas pesquisas realizadas pela Huawei com seus clientes. 

“Percebemos que nossos clientes precisavam de um processo mais ágil para experimentar novidades, testar ideias e obter resultados. Ao simular arquiteturas e ambientes reais de uma operadora comum, por exemplo, nossos clientes brasileiros poderão pular etapas demoradas e burocráticas”, diz Hailin.

Em agosto, a Huawei reestruturou sua gestão no Sul e Norte da América Latina, unificando operações antes desconectadas. Neste processo, quem ganhou foi a unidade brasileira da empresa, que agora funciona de forma autônoma.

 A decisão é resultado do bom desempenho registrado pela marca no país. Em 2014, a empresa teve um faturamento de US$ 1,5 bilhão no país. Globalmente, a empresa tem uma receita de US$ 46,5 bilhões.

Contando com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Curitiba, a companhia anunciou nos últimos anos uma série de parcerias para reforçar sua presença no país, se alinhando com instituições de ensino, operadoras e empresas.

Em maio, a Huawei e a TIM anunciaram um acordo de cooperação para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de banda larga móvel em 4G para o Rio de Janeiro, incluindo a criação de um centro de inovação na cidade. 

No Rio Grande do Sul, a companhia asiática firmou no ano passado a instalação de um centro de inovação no Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS. Com o acordo, a estatal gaúcha de procassamento de dados Procergs e a Huawei vão trabalhar em conjunto em projetos de cidades digitais, computação em nuvem e comunicações unificadas.