Yang Yuanqing, presidente e CEO da Lenovo. Foto: divulgação

No segundo trimestre fiscal, encerrado em 30 de setembro de 2012, a Lenovo somou vendas de US$ 8,7 bilhões, aumento de 11% sobre o mesmo período do ano passado.

A renda líquida da companhia no período foi de US$ 162 milhões, alta anual de 13%. O lucro bruto somou US$1,1 bilhão, crescimento de 11% ano/ano.

O período foi também o 14º trimestre seguido que a empresa cresceu mais rápido que o setor de PCs como um todo: enquanto as remessas mundiais da Lenovo cresceram 10,3%, o mercado em geral apresentou queda de 8% ano a ano.

Com isso, a companhia atingiu sua participação mundial de mercado mais alta até hoje, de 15,6%.

“Estamos mais próximos do sonho de nos tornarmos líderes mundiais em PC. Com um esforço de quatro anos, nosso negócio de PCs ao consumidor final se tornou o número um do mundo neste segmento pela primeira vez”, afirma Yang Yuanqing, presidente e CEO da Lenovo.