Cisco investe em startup de SDN. Foto: divulgação.

A Cisco anunciou esta semana que incorporou a startup Insieme Networks, empresa especializada em sistemas para redes definidas por software (SDN).

Segundo divulgado pelo site norte-americano Business Insider, o spin-in custou US$ 863 milhões para a empresa de telecomunicações.

Em um montante total, a fabricante de equipamentos de rede investiu mais de US$ 1 bilhão na startup, pois antes já havia feito um aporte de US$ 135 milhões na Insieme, garantindo o direito de compra no futuro.

A aquisição faz parte da estratégia da Cisco para crescer no segmento de SDN, uma tendência que está se fortalecendo no mercado. Com o SDN, os administradores podem gerenciar roteadores e switches por meio de software.

Concorrentes da Cisco, como HP, Juniper e VMWare, realizaram investimentos significativos neste segmento, enquanto que a Cisco ainda se mantinha tímida em seus movimentos.

No entanto, agora com a Cisco no páreo, a briga esquenta. E o mercado tem potencial: ele rende apenas US$ 360 milhões no momento, podendo chegar até US$ 3,7 bilhões até 2016 na avaliação do Gartner.

A Cisco detém 65% do mercado de switches Ethernet, avaliado em US$ 20 bilhões, segundo uma avaliação do Synergy, além de deter 70% do mercado de roteadores e lideranças nas áreas de sistemas de voz, WLAN e telepresença.

No entanto, segundo analistas, as redes configuradas manualmente já são coisa do passado, e a briga pelo mercado do SDN só vai aumentar. Agora é ver quem vai se sair melhor. A Cisco botou uma nova carta na mesa.