Cristina Schronemberger, Vanderlei Reinhart e Raquel Engeroff da Cigam.

A Rede Cigam, empresa de software de gestão empresarial de Novo Hamburgo, fechou um acordo com o Internacional para fornecer licenças gratuitas do módulo Gestão de Projetos do sistema de gestão da companhia para o Universidade Colorada, um projeto educacional interno do clube gaúcho.

O contrato foi fechado pela experiência da Cigam em gerenciamentos de projetos, além do know-how adquirido em função da criação da Universidade Corporativa Cigam em 2007. 

É uma tacada importante para a Cigam, uma vez que o fornecedor de ERP e CRM do Inter é a Totvs, um concorrente poderoso. O BRio, empresa que administra o novo Beira Rio, também usa software da Totvs.

O projeto Universidade Colorada irá desenvolver os funcionários do Inter, os sócios, conselheiros, diretores, jogadores atuais, ex-jogadores e ao público em geral. 

O público em geral é importante, uma vez que a universidade visa lucro e quer atingir R$ 4 milhões anuais de faturamento, ajudando a movimentar o Beira Rio em dias nos quais não há jogos.

“Queremos transformar o Sport Club Internacional em centro gerador de conhecimento na área do esporte", explica Luis Otávio Silveira, gerente de Projetos e Gestão Estratégica do Internacional.

No início, serão duas turmas, cada uma com cem alunos, mas a expectativa é de atender a 4 mil alunos em 20 salas de aula. A grade planejada tem 15 cursos de pós-graduação e 70  cursos de curta duração,  a partir de março e já com inscrições abertas. 

Serão ofertados cursos de pós-graduação nas áreas de Indústria Criativa, Direito, Gestão de Negócios, Futebol, Gestão do Conhecimento entre outros, em parceria com instituições de ensino como Fadergs, Ulbra, Unisinos, PUC, Iergs/Uniasselvi, FGV, IPA, FTEC e São Judas Tadeu.

Luiz Henrique Nunez, 2º vice-presidente do Internacional, aponta como benchmarks projetos similares realizados pelo Real Madrid e Barcelona. “Nosso projeto tem grandeza e magnitude”, diz o dirigente.

Como costuma acontecer com tudo relacionado a clubes de futebol, o sucesso da iniciativa tem uma forte relação com o desempenho do time dentro do campo. 

E se é verdade que o Inter vem de uma década bem sucedida, na qual conquistou um Mundial de Clubes e duas Libertadores, além de ser o estádio sede da Copa do Mundo, também é verdade que o momento atual é apavorante para os colorados.

O Inter está atualmente na zona de rebaixamento do Brasileirão. Com América-MG, Santa Cruz e Figueirense virtualmente sem chances de escapar, o clube gaúcho disputa com o Vitória a última vaga no Z-4, com uma chance de 52% x 40% pelas contas do matemático Tristão Garcia, do site Infobola.

Na Cigam as coisas estão mais tranquilas. Há três décadas no mercado de software de gestão empresarial, a empresa possui mais de 5 mil clientes.

A Rede Cigam tem 80 unidades de atendimento distribuídas pelo país e uma no México, contando com cerca de 800 profissionais e oferecendo soluções em ERP, CRM, PDV, RH, mobile e BI.

Sediada em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, a Cigam encerrou o ano de 2014 com faturamento de R$ 53 milhões, uma expansão de 28% sobre o ano anterior.